Home > Notícias

AT&T apresenta aplicativos para iPhone e mais de 10 novas tecnologias

Novas tecnologias envolvem reconhecimento de voz em TVs, avanços na telemedicina e video-conferência corporativa e residencial.

Computerworld/EUA

17/09/2008 às 10h57

Foto:

Engenheiros da AT&T Labs demonstraram 12 tecnologias de comunicação emergentes em um evento em Nova York. A companhia também defendeu sua rede 3G em relação aos problemas de recepção e as quedas de ligação envolvendo o iPhone 3G da Apple.

“Este é um assunto para a Apple”, disse John Donavan, chefe de tecnologia da AT&T, quando questionado sobre como a operadora se sentiu em relação à insatisfação dos consumidores com a recepção 3G. A Apple lançou atualizações para corrigir o problema, que Donavan chamou de “processo padrão”.

Mas Donavan também disse que a exclusividade do iPhone nos Estados Unidos tem sido positiva para a AT&T, que oferece a rede 3G não somente ao dispositivo da Apple, mas também a mais de 50 dispositivos wireless de vários fabricantes. “A atenção voltada a nossa rede 3G tem sido boa para nós”, disse.

Tecnologias de reconhecimento de voz
A companhia apresentou mais de 25 tecnologias de reconhecimento de voz em TVs, PCs e dispositivos wireless usando o “Watson”, software de voz.

Além disso, a empresa demonstrou um IPTV interativo, vídeo 3D (sem vidros) e mostrou como os engenheiros da AT&T estão utilizando o Second Life para testar os ataques aos produtos da AT&T.

A empresa mostrou tecnologia de vídeo-conferência para usuários residenciais e corporativos, embora ainda não ofereça planos para os serviços. Novos aplicativos de telemedicina mostraram como o paciente poderia medir a temperatura do corpo ou se pesar e depois enviar os dados da sua casa para o médico, via Zigbee, tecnologia que se conecta a um roteador e em seguida a uma rede móvel.

Donavan disse que está trabalhando com seus gerentes para marcar uma data e deixar de vender produtos baseados no Time Division Multiplexing (TDM). Após esta data, a AT&T pretende vender somente roteadores baseados na tecnologia IP.
 
Vídeo-conferência
Foram demonstradas duas vídeo-conferências, um para usuários residenciais e outra para usuários corporativos, que foi chamada de telepresença e requer a instalação de uma sala especial com luz e equipamentos de som.

Donavan disse que a telepresença tem sido uma “transformação” dentro da AT&T. A companhia tem 12 salas de telepresença usando o mecanismo da Cisco Systems. Outras 12 salas serão em criadas em breve, porque a tecnologia é popular, disse Donavan.

A video-conferência para usuários residenciais foi demonstrada em um monitor de alta definição de 720p sendo executado lado a lado com o sistema de telepresença da Cisco. A resolução oferecia 30 frames por segundo de vídeo, com quase nenhuma mancha na tela.

Donavan espera que no próximo ano a AT&T possa oferecer o servido de vídeo-conferência residencial para seu U-verse, que é uma combinação de voz digital, TV e acesso a internet, vendido em pacote aos consumidores. A TV U-verse agora inclui 41 canais, e usa digital video recorder (DVR).

Eventualmente, a video-conferência sera possível com o iPhone e outros dispositivos wireless, disse Donavan.

O que há na televisão
A variedade de demonstrações envolvendo a TV incluiu uma característica de protótipo de laboratório do controle de TV com um microfone integrado que permite às pessoas mudar os canais e fazer buscas por comandos de voz.

O iPhone também foi usado para buscar vídeos e banco de dados em aparelhos que se parecem com os tradicionais DVRs. As pesquisas poderiam ser baseadas em textos ou imagens. Portanto, a tecnologia poderá ser usado em ambientes educativos e corporativos onde os arquivos de vídeos são mantidos, disse a AT&T.

Em uma demonstração, o iPhone também foi usado para pesquisas na web que incorporaram comandos de voz. Um engenheiro pediu pizza em lojas de Manhattan. A busca gerou um mapa de sites na tela do iPhone. A tecnologia pode estar disponível na App Store, junto com diversas outras novas ferramentas do iPhone.

Outra demonstração envolvendo o iPhone incluiu o aplicativo que permitiu dois usuários de iPhone executar um jogo através da rede WiFi. Outro aplicativo, conhecido como “Splat”, permite aos usuários direcionar o iPhone no monitor de TV para arremessar um tomate animado na tela ou atirar uma bala na TV.

Outra ferramenta demonstrada permite que os usuários achem conteúdos de TV usando palavras específicas como “guerra do Iraque”.

Para completar, a AT&T mostrou que será possível ver conteúdo 3D em monitores de TV que não precisam de nenhum vidro especial. Hoje esses monitores são vendidos por milhares de dólares, mas a AT&T afirma que os monitores 3D poderem vir a ser populares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail