Home > Notícias

Ataques ao Twitter e Facebook podem ter vindo da Rússia

Para diretor de segurança do Facebook, crackers russos tentaram silenciar blogueiro da Geórgia no aniversário de invasão da Rússia a seu país

PC Advisor

07/08/2009 às 11h33

Foto:

O ataque de negação de serviço que tirou o Twitter do ar e provocou lentidão no Facebook no dia 6/8 pode ter sido lançado para prejudicar um blogueiro da Geórgia, que ainda se opõe fortemente à invasão russa a seu país, por causa do conflito envolvendo a Ossétia do Sul.

Leia mais:
Twitter precisa reforçar segurança

O diretor de segurança do Facebook, Max Kelly, disse que os problemas de ontem - que também atingiram os sites LiveJournal e Blogger - podem ter sido causados por crackers russos que queriam silenciar o blogueiro identificado apenas como Cyxymu, que iria se manifestar durante o aniversário de um ano da invasão da Geórgia à Ossétia do Sul, que acabou gerando o confronto com a Rússia.

O blogueiro, disse Kelly, tem contas em todos os quatro sites. “Foi um ataque simultâneo a vários sites em que ele mantém uma conta. O objetivo era impedir que ele falasse”, afirmou o executivo, sem apresentar provas que confirmem sua teoria. “Estamos investigando ativamente a fonte dos ataques e esperamos encontrar os indivíduos responsáveis para tomarmos as medidas necessárias.”

Um ataque de negação de serviço tem por objetivo sobrecarregar um site com dados e impedir que ele funcione normalmente. Na maioria das vezes, são atacados sites com grande volume de usuários, a fim de chamar atenção para um causa política. Em alguns casos, o objetivo é extorquir as empresas, fazendo com que elas paguem uma quantia para que os ataques sejam interrompidos.

O Twitter, porém, se recusou a comentar sobre as possíveis motivações para os ataques de ontem. “Estamos trabalhando junto a outras companhias e serviços afetados pelo que parece ter sido um único e massivo ataque. Sobre as motivações por trás desse ataque, preferimos não especular”, informou a empresa por meio de seu blog.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail