Home > Notícias

Até a Microsoft sugere que as empresas esperem pelo Windows 7

Executivo responsável pelo Windows diz que quem planeja migrar para o Vista deve antes testar o novo sistema operacional.

IDG News Service/EUA

15/05/2009 às 19h01

Foto:

Agora é oficial. Até mesmo a Microsoft diz para as empresas esperarem o Windows 7 em vez de migrarem antes para o Vista. Bill Veghte, executivo da empresa responsável pelo principal produto da empresa, o Windows, aconselha as empresas que estão avaliando migrar para o Vista a aguardar o Windows 7, sistema operacional que a companhia pretende lançar no final de 2009.

“Para quem está começando a testar o Vista, considerando a versão de testes do Windows 7, o ideal é  avaliar o novo sistema antes de mudar”, diz Veghte, vice-presidente sênior para plataforma Windows, durante apresentação.

O conselho de Veghte para abandonar o Vista não surpreende o analista do Gartner Michael Silver, que fez a mesma recomendação a seus clientes no dia do lançamento da versão Release Candidate (RC) para testes, ao público no dia 4 de maio. Os desenvolvedores só tiveram acesso ao sistema alguns dias depois.

Leia também:
>> Faça o download do Windows 7 RC  
>> Conheça as novidades do Windows 7
>> Podcast: Ricardo Wagner, da Microsoft fala sobre o Windows 7
>> Implantação do Vista pode facilitar adoção do Windows 7
>> Nas empresas: 5 funções do Windows 7
>> Windows 7: mais rápido, melhor interface e promete mais
>> Em netbooks, Windows 7 é mais rápido que o Vista

“Se a empresa não começou a migração para o Vista, certamente deve mudar para o Windows 7”, afirma Silver.

Mas o que devem fazer aqueles que já planejaram instalar o Vista? Devem continuar? A resposta, segundo o analista, é que vai depender do estágio da implementação. “Se a migração começou e o Vista está sendo instalado apenas em máquinas novas, eu continuaria", afirma. "Mas, se este não é o caso, eu recomendo esperar pelo Windows 7”, ensina Silver.

A regra, continua o analista, é: se desistir do Vista, vai atrasar os planos de atualização em seis meses ou menos, então o Windows 7 é a melhor opção. “E qualquer um que esteja pensando em pular uma versão do Windows, o melhor é pular o Vista”, orienta.

Como a maior parte dos PCs corporativos continua a funcionar com o XP, e mais da metade das empresas pesquisadas pelo Gartner planejam pular o Vista, o Windows 7 se torna a escolha ideal, argumenta Silver.

As corporações devem considerar deixar o XP antes do final de 2012, ressalta o analista. Em abril de 2014, a Microsoft vai interromper qualquer suporte para o XP, inclusive as atualizações de segurança. “É a data final para o sistema”, observa Silver. “Caso alguns desenvolvedores estejam criando ou atualizando um novo produto, não devem esperar tanto tempo", acrescenta.

O conselho de Vegthe, então, significa que a Microsoft admite que o Vista foi um fracasso? "Acho que eles reconheceram isso faz tempo", diz Silver, lembrando comentários feitos pelo CEO da empresa, Steve Ballmer, em outubro do ano passado, em um simpósio realizado pelo Gartner.

"Se as empresas querem esperar pelo Windows 7, podem esperar com certeza", declarou o CEO na época, ao ser perguntado se o Windows 7 era, simplesmente, um Vista bem melhorado.

A Microsoft ainda não estabeleceu a data de lançamento do novo sistema. Como seu antecessor, o Windows 7 terá uma versão corporativa disponível apenas para clientes no programa Software Assurance, que dá a grandes consumidores o direito a qualquer atualização de produto em troca de um pagamento anual.

Outros executivos da empresa afirmaram que o ritmo de trabalho em cima do Windows 7 deve aumentar em agosto, o que pode significar que o produto estará disponível nos PCs a partir de meados de outubro, se for levado em consideração o mesmo tempo gasto no desenvolvimento do Windows XP, há oito anos.

pcw_logo_twitter_73.jpg
> Siga PC WORLD no Twitter em http://twitter.com/pcworldbrasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail