Home > Notícias

Até no preço, Brasil é líder em Internet móvel na América Latina.

Estudo da Frost & Sullivan aponta que penetração do serviço no País é a mais elevada entre os países da região

Redação do IDG Now!

09/09/2010 às 15h58

Foto:

O Brasil é o país da América Latina onde a banda larga móvel é mais utilizada, porém o preço do serviço é o mais alto entre os países analisados, de acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira (9/9) pela Frost & Sullivan.

Segundo a empresa, a região já soma 15 milhões de conexões, o que representa 3% da população estimada da região. A expectativa é que em 2015 a banda larga móvel seja utilizada por 40% da população.

A previsão baseia-se nos fatores que têm colaborado com a relativa popularidade do serviço - entre eles, a cobertura limitada de serviços de banda larga fixa, como DSL e cable modem.

Para a empresa, a velocidade média das conexões móveis na América Latina é baixa, variando entre 128 Kbps e 256 Kbps - embora alguns planos ofereçam até 1 Mbps.

A Frost & Sullivan vê como provável que a penetração da banda larga móvel supere a da fixa em alguns anos, em mercados como Brasil e Colômbia. O Chile é apontado como o mercado mais desenvolvido, por ter a maior oferta de planos e menores preços para usuários pós-pagos.

Os principais desafios para o crescimento da banda larga móvel na região são, segundo a análise da empresa, a grande base de usuários pré-pagos, as altas taxas de impostos e a demora na decisão de alguns órgãos reguladores em relação a disponibilidade e alocação de faixas de banda para comunicações sem fio.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail