Home > Notícias

Atom é nova marca da Intel para chips Silverthorne e Menlow

Novos chips Atom, com tamanho reduzido e baixo consumo de energia, começam a chegar aos fabricantes de desktops neste semestre.

Por IDG News Service/Cingapura

03/03/2008 às 9h21

Foto:

Os chips Silverthorne e Diamondville da Intel foram rebatizados com o nome Atom, enquanto a plataforma Menlow, para PCs ultraportáteis passa a se chamar Atom Centrino, anunciou a fabricante de microprocessadores nesta segunda-feira (03/03).

A nova marca está relacionada ao lançamento de uma nova geração de chips com tamanho reduzido e baixo consumo de energia, bem como à estratégia da Intel em destacar o segmento de computadores ultraportáteis.

Diversas versões dos chips Atom estão programas para chegarem aos fabricantes de desktops ainda no primeiro semestre do ano, informou Danny Cheung, porta-voz da Intel em Cingapura.

Os processadores são fabricados pelo processo de 45 nanômetros da Intel e rodarão em velocidades superiores a 1.8GHz.

Versões inferiores também serão lançadas, mas a Intel não revelou em quais velocidades de clock estes chips rodarão. Os preços da linha Atom também não foram detalhados.

Os chips, que medem menos de 25 milímetros quadrados, contam com perfil de potência, ou TDP (Thermal Design Power), entre 0.6 watts e 2.5 watts. O número representa a energia máxima sustentável que deve ser observada nos chips, e não o montante de energia máximo que os componentes podem consumir.

O tamanho reduzido da linha Atom permite que 2.500 unidades sejam produzidas com um único wafer de silício de 300 milímetros, permitindo que a Intel venda os componentes a um preço baixo, sem perder suas margens de lucro.
++++
Embora a fabricante não tenha anunciado uma data específica para o lançamento dos chips Atom, equipamentos com chips Centrino Atom chegam ao mercado no segundo trimestre, informou o porta-voz da Intel.

A linha Centrino Atom inclui um processador Atom de núcleo único, mais conhecido como Silverthorne, além do chipset wireless chamado Poulsbo. A Intel ainda não anunciou o novo nome para os chipsets, que unem os chipsets Northbridge e Southbridge em um único pacote para reduzir preço e consumo de energia.

Nem todos os processadores Atom serão oferecidos com o chipset Poulsbo. Algumas versões dos chips, apelidadas de Diamondville, serão oferecidas com dois chipsets. Estes processadores, disponíveis em versões de núcleo único e de núcleo duplo, são destinados a notebooks de baixo custo como os modelos da linha Eee PC da Asustek.

A Intel se refere a estes dispositivos como 'netbooks' e 'nettops' para diferenciá-los dos desktops e notebooks. Com o objetivo de delimitar estes segmentos, a Intel estabeleceu regras para que os fabricantes dos chips limitem as características dos dispositivos baseados na linha Atom, evitando que os componentes sejam usados em notebooks com telas de 15 polegadas, no lugar de processadores Core 2 Duo, por exemplo.

Os notebooks e desktops de baixo custo baseados em chips Atom começam a chegar ao mercado no terceiro trimestre deste ano, previu Cheung.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail