Banco Central vai ativar pagamentos instantâneos por aproximação em 2021

Modalidade, que será compatível com as tecnologias NFC e MST, vai otimizar os processos de transferência bancária e o surgimento de novos negócios

https://pcworld.com.br/banco-central-vai-ativar-pagamentos-instantaneos-por-aproximacao-em-2021/
Clique para copiar

Durante reunião do Fórum de Pagamentos Instantâneos (Fórum Pi), o Banco Central informou que irá adiantar o oferecimento da tecnologia de pagamentos instantâneos por aproximação com uso das tecnologias NFC (Comunicação por campo de proximidade, em português) e MST (Transmissão Magnética Segura).  Antes programada para operar em 2023, o prazo para a implementação da tecnologia foi adiantado para 2021.

Com uma plataforma de pagamentos instantâneos, será possível realizar de forma imediata transações como TED (Transferência Eletrônica Disponível) e DOC (Documento de Ordem de Crédito), que atualmente dependem do horário de funcionamento das agências bancárias. O Banco Central acredita que, com a implementação da tecnologia, os custos para transferências cairão tanto para consumidores como lojistas.

Além disso, a autarquia prevê que o desenvolvimento do sistema “vai permitir que bancos e fintechs (empresas de tecnologia do setor financeiro) possam dar continuidade à definição de seus modelos de negócios para o pagamento instantâneo”, como disse em comunicado.

A expectativa de benefícios é compartilhada com as empresas do mercado. “Com esta infraestrutura, ficará muito mais simples oferecer esse serviço aos nossos clientes, levando a eles mais conforto e velocidade no dia a dia”, afirma Thomas Barth, CFO da carteira digital MovilePay.

 

Mudanças na agenda

O evento também divulgou as datas estimadas para ativação de cada uma das fases do projeto de novos pagamentos: a primeira, será concluída em novembro de 2020; a segunda fase está revista para 2021; a terceira, em 2022; e a quarta, em 2023.

Uma alteração importante na fase 1 está na disponibilização da plataforma de pagamentos instantâneos também para participantes indiretos, como fintechs. O acesso de empresas novatas à plataforma pode abrir espaço para que startups também consigam disponibilizar essa tecnologia ao mesmo tempo que instituições de maior porte.

*Com informações do Mobile Time

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site