Home > Notícias

Banda larga móvel no Brasil chega a 8 milhões de acessos em 2009

Previsão da consultoria Teleco supera entre 1 milhão e 2 milhões de unidades a estimativa de outubro, mostra Balanço da Huawei.

Fabiana Monte, da Computerworld

30/11/2009 às 9h19

Foto:

O Brasil deverá totalizar entre 7 milhões e 8 milhões de aparelhos capazes de oferecer conectividade via redes 3G, entre modems e telefones, segundo previsão da consultoria Teleco divulgada nesta segunda-feira (30/11) com o Balanço da Huawei.

O número está entre 1 milhão e 2 milhões de unidades acima da previsão divulgada em outubro pela consultoria, que estimava 5,9 milhões de aparelhos do tipo, no mercado brasileiro, este ano.

O aumento dessa estimativa deve-se à adesão de 1,2 milhão de aparelhos WCDMA à base nacional em outubro. Com isso, o mercado encerrou o mês de outubro com 6,1 milhões de aparelhos capazes de oferecer conectividade. O comportamento registrado em outubro foi atípico, de acordo com a Teleco.

"Com certeza este total de adições liquidas não ocorreu apenas em outubro. As operadoras devem ter feito ajustes em suas bases, identificando um número maior de aparelhos com essa funcionalidade do que havia sido contabilizado antes. No último trimestre retornaremos ao ritmo dos meses anteriores", afirma o presidente da consultoria, Eduardo Tude.

Considerando o terceiro trimestre deste ano (entre julho e setembro), o mercado brasileiro ganhou 900 mil aparelhos celulares ou modems capazes de oferecer conectividade à internet no terceiro trimestre do ano, alcançando 4,9 milhões de unidades.

O total representa um avanço de 21% em comparação ao segundo trimestre de 2009, segundo o estudo. No período, os modems passaram de 1,9 milhões de unidades para 2,3 milhões. Já os  telefones celulares 3G saltaram de 2,1 milhões para 2,5 milhões.

De acordo com a consultoria, 2,9% dos celulares do mercado brasileiro eram 3G no terceiro trimestre. Em outubro, 3,7% tinham esta tecnologia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail