Home > Notícias

Banda larga no Brasil deve movimentar 2,3 bilhões de reais este ano

Cerca de 11,5 milhões de internautas acessarão essa tecnologia até o final do ano, 35% a mais do que em 2007, diz e-Consulting.

Por Redação do Computerworld

17/03/2008 às 15h18

Foto:

Até o final de 2008, os negócios com banda larga devem movimentar 2,3 bilhões de reais no Brasil, um aumento de 35% em comparação com 2007, ano que registrou 1,7 bilhão de reais, segundo a E-Consulting, especializada no desenvolvimento e implementação dos serviços de TI e telecomunicações.

A estimativa leva em consideração as operadoras, que representam 77% desse total, e os ISPs (Internet Service Providers). A taxa de penetração a essa tecnologia deve alcançar cerca de 6,3% da população, tendo como base os 180 milhões de brasileiros. Em 2007, essa taxa foi de 4,2%.

O Brasil fechou o ano passado com 8,1 bilhões de conexões de banda larga, segundo o Barômetro Cisco de Banda Larga.

A expectativa é que até o final de 2008 aproximadamente 44 milhões de pessoas possam se conectar à Internet (independente do ambiente, dispositivo ou mídia).

Dessas, espera-se que 26,1% tenham acesso à banda larga, ou seja, um total de 11,5 milhões de usuários. Em 2007, perto de 38 milhões de internautas navegaram pela web, sendo que 8,8 milhões de pessoas tiveram acesso à banda larga, uma penetração perto de 23,1%.

De acordo com a E-Consulting, o porcentual estimado para este ano já supera os índices do México e é similar ao registrado na Argentina e no Chile. A Coréia do Sul ainda segue como a líder mundial na utilização relativa de banda larga, com mais de 32% de penetração.

Em 2009, o Brasil deve totalizar 17 milhões de usuários conectados em banda larga, levando o mercado a alcançar o patamar de 3,1 bilhões de reais em negócios entre utilização residencial e corporativa.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail