Home > Notícias

Bankers respondem por 60% dos ataques da internet brasileira

Malwares que roubam senhas e informações financeiras atacaram cerca de 1,5 milhão de computadores no Brasil, diz Microsoft.

Pedro Marques, editor-assistente do IDG Now!

03/11/2008 às 17h58

Foto:

Os bankers, malwares criados para roubar senhas e outras informações bancárias, são o principal problema de segurança da internet brasileira.

Segundo a quinta edição do Security Intelligence Report (SIR), divulgada nesta segunda-feira (03/11), os bankers foram responsáveis por 60% dos ataques registrados entre janeiro e junho deste ano.

Isso equivale a um universo de 1,5 milhão de computadores, informou Djalma Andrade, gerente de Segurança da Microsoft no Brasil. "Esse tipo de invasor está se tornando um crime organizado", afirmou Andrade. No total, 2,5 milhões de computadores foram atacados.

Outro ponto importante, de acordo com o relatório da Microsoft, é que os sistemas operacionais estão mais seguros. O estudo afirma cerca de 90% dos ataques são executados a partir dos aplicativos.

"Até um tempo atrás, a maioria dos worms e trojans se aproveitavam de vulnerabilidades e da ausência de proteção do próprio sistema operacional", disse. "Agora, os malwares tiram vantagem de aplicativos como o navegador, editor de textos ou o editor de gráficos."

Apesar do alto número de ataques registrados, Andrade afirma que os internautas não têm com o que se preocupar, desde que sigam alguma regras básicas - e conhecidas há bastante tempo. "O primeiro ponto de proteção é manter os sistemas e os aplicativos atualizados. É preciso atualizar desde o antivírus e o antispyware até o editor de textos e os navegadores", afirmou.

"Outra coisa fundamental: tome muito cuidado com links e anexos de e-mails. Esses link direcionam o usuário para sites que enganam o internauta e fazem com que ele baixe aplicativos maliciosos em seu computador", disse. Segundo o executivo, esses passos básicos são suficientes para reduzir os riscos e usar a internet com segurança.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail