Home > Notícias

Bing não ameaça liderança do Google em buscas, diz estudo

Segundo StatCounter, participação de mercado do Google caiu de 78,72% para 78,48% em junho - apenas 0,24 ponto percentual.

Redação do IDG Now!

01/07/2009 às 12h15

Foto:

Apesar de todo o burburinho feito pela Microsoft com o lançamento do Bing, o mais novo site de buscas da empresa de Redmond não conseguiu incomodar a liderança do Google no setor, de acordo com dados da StatCounter, empresa que mede audiência na internet.

Mais sobre o Bing:
> Telas: veja como é o Bing
> Saiba como o Bing funciona
> Novas buscas ameaçam Google?
> Fotos: Bing x Google e Yahoo

No final de junho, a participação de mercado do Google tinha caído de 78,72% para 78,48%, apenas 0,24 ponto percentual. Já o Bing saiu de 7,8% para 8,23%, crescimento de 0,43 ponto percentual. E o Yahoo! continua no segundo lugar, com 11% de todo tráfego gerado pelas pesquisas online.

No começo de junho, surgiu a expectativa de que o Bing pudesse fazer um estrago maior na participação do Google. Em sua primeira semana de vida, o site de buscas da Microsoft foi usado em mais de 9% das buscas online nos Estados Unidos. Uma medição parcial da comScore indicou que o Bing tinha 12,1% de participação nas buscas norte-americanas.

O diretor executivo da StatCounter, Adohan Cullen, no entanto, considera o resultado positivo para a Microsoft. “À primeira vista, um incremento de 1% pode não parecer um grande retorno do investimento feito pela companhia no Bing, mas a tendência é positiva”, disse.

As estatísticas do StatCounter são baseadas em 4 bilhões de páginas carregadas por mês, monitoradas a partir de uma rede de sites. Estima-se que a Microsoft esteja gastando cerca de 100 milhões de dólares em seu portal de buscas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail