Home > Notícias

Bloqueio a web em região de conflito na China afeta comércio eletrônico

China começa a restabelecer acesso à internet em Xinjiang, palco de conflitos étnicos há duas semanas, após causar prejuízo a lojas online.

IDG News Service

20/07/2009 às 12h32

Foto:

A China começou a restabelecer o acesso à internet na província de Xinjiang, que foi cenário de confrontos étnicos por cerca duas semanas. A conexão foi bloqueada na região para evitar a disseminação de informações sobre o conflito que matou pelo menos 197 pessoas e deixou 1.600 feridos. A medida afetou profundamente um grande número de empresas locais.

“Estou extremamente preocupado, não sei quando a internet vai voltar”, disse Deng Jing, uma residente de Xingjiang que gerencia uma loja online que vende frutas secas e outros alimentos a compradores de toda a China. “O impacto sobre nossos negócios foi muito grande”, disse ela.

Xinjiang começou a restaurar o acesso à internet para algumas operações online “específicas”, informou a agência de notícias oficial chinesa Xinhua, dizendo que o retorno será gradual, mas sem esclarecer quando a internet estará totalmente disponível.

A própria agência estatal assumiu que o bloqueio da internet afetou os negócios eletrônicos em Xinjiang, mas não forneceu números. A China também bloqueou o serviço de microblog Twitter e a rede social Facebook no país logo após o início dos conflitos. Os sites continuavam fora do ar nesta segunda-feira (20/7).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail