Home > Notícias

Blu-ray: piratas chineses copiam discos mas qualidade é menor

Apesar de parecidas com as originais, versões falsificadas não têm a mesma qualidade de vídeo dos filmes em alta definição.

Redação do IDG Now!

17/11/2008 às 13h03

Foto:

Os piratas chineses já estão fazendo cópias de filmes no formato Blu-ray. As cópias falsificadas não têm a mesma resolução dos discos originais, mas a imagem é melhor do que a dos DVDs comuns. Os discos pirateados também são colocados em embalagens azuis iguais a dos discos originais, o que pode induzir os compradores ao erro.

Segundo reportagem do Wall Street Journal, os piratas conseguem extrair o vídeo dos discos graças a programas para computador que custam cerca de 100 dólares. Na hora de gravar os filmes nos discos, a resolução é reduzida. Ainda assim, as cópias ilegais têm resolução superior a dos DVDs. Com isso, o custo de produção é reduzido. Um disco Blu-ray pirata é vendido por 7 dólares, enquanto um original sai por 30 dólares, quatro vezes mais.

A Motion Picture Association (MPA), associação que representa os estúdios de Hollywood e é responsável pelo combate à pirataria, disse que, por enquanto, as falsificações são comuns apenas na China e algumas regiões da Ásia. Mas há temores de que esses DVDs ganhem mercado em lugares onde a penetração e a velocidade das redes de banda larga é baixa, um cenário bastante comum em países emergentes, como o Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail