Home > Notícias

Brasil cai e fica com a 59ª posição no ranking glogal de tecnologia

Investimento em pesquisa e qualidade do sistema educacional colaboram para queda do país no ranking do Fórum Econômico Mundial.

Redação do IDG Now!

09/04/2008 às 10h29

Foto:

Em um ano, o Brasil caiu do 53º para o 59º lugar entre as 127 economias mais desenvolvidas tecnologicamente do mundo, revela a sétima edição do Relatório Global de Tecnologia da Informação 2007-2008, divulgado pelo Fórum Econômico Mundial  nesta quarta-feira (09/04).

A Dinamarca permanece na primeira posição do ranking, seguida pela Suécia e pela Suíça. Em quarto lugar estão os Estados Unidos, que ganharam três posições este ano, destaca o relatório.

A queda do Brasil no Índice de Tecnologia da Informação (ITI) pelo quarto ano consecutivo reflete especialmente a "excessiva regulação de mercados, a baixa qualidade dos sistemas educacionais e o baixo nível de investimentos em P&D", destaca o relatório.

O posicionamento do Brasil no ranking, ao lado do México, que também perdeu posições este ano ficando no 58º lugar, entretanto, não é visto como dramático pelo Fórum, mas como um reflexo do desenvolvimento de outros países no setor.

Apenas quatro economias na região da América Latina e do Caribe estão entre os 50 primeiros colocados do ranking: Chile (34º), barbados (38º), Porto Rico (39º)n  e Jamaica (46º). A Argentina caiu para o 77º lugar, perdendo 11 pontos, considerando uma amostragem constante, pondera o Fórum.

tabela_indicae-de-TI

++++
A Coréia ficou em 9º lugar no ranking e é um dos destaques positivos do
relatório, tendo subido dez posições em relação ao ano anterior. O
impulso, segundo o Fórum, envolve fatores como qualidade da educação
universitária, oferta de mão-de-obra qualificada e à presença de
instituições de pesquisa relevantes e multinacionais do setor.

O ITI avalia o nível de preparo dos países para usar a TCI em três
áreas: ambiente geral, empresarial, regulatório e de infra-estrutura;
preparo dos três principais agentes - indivíduos, empresas e governo -
para usar e se beneficiar da TIC; e a implementação real das últimas
tecnologias de comunicação e informação disponíveis.

Os últimos lugares do ITU 2007-2008 são ocupados por países da África Subsaariana - Zimbábue (125º), Burundi (126º) e Chade (127º). "A falta de uma infra-estrutura abrangente e funcional, o excesso de regulamentação e o ambiente empresarial ineficiente, além da falta de governança e a baixa qualidade educacional são destaques notáveis nesses países", ressalta o relatório.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail