Home > Notícias

Brasil é 2º país no mundo que mais mensagens indesejadas ou spams

País subiu duas posições no ranking durante o 1º trimestre de 2009 e gera 10,2% das mensagens indesejadas transmitidas.

Redação da PC Advisor / Reino Unido

30/04/2009 às 13h59

Foto:

O Brasil é o segundo país que mais envia spams no mundo, revela um relatório da empresa de segurança Sophos nesta quarta-feira (29/04). O País subiu duas posições no ranking desde o ano passado e hoje é responsável por 10,2% das mensagens indesejadas transmitidas globalmente.

A pesquisa da Sophos também revela que 97% das mensagens de e-mail trocadas em empresas são spams.

Os Estados Unidos se mantém em primeiro lugar entre os 12 países que mais produzem spams - apelidados de "Dirty Dozen" pela Sophos - contribuindo com 15% das mensagens indesejadas transmitidas no mundo todo.

Além dos Estados Unidos e do Brasil, a lista de 12 países que mais produzem spams inclui, em ordem decrescente, China, Índia, Turquia, Coreia do Sul, Rússia, Espanha, Argentina, Polônia, Colômbia e Itália. Outros países geram 36,2% dos spams enviados globalmente.

Enquanto os Estados Unidos caminham para a redução dos spams - no último trimestre o país emitia um quinto das mensagens indesejadas - o Brasil torna-se uma preocupação crescente quando se trata de lixo eletrônico e golpes.

"O que é menos encorajador é que o Brasil disparou no ranking. Não é segredo que o País tem sido associado ao cibercrime há algum tempo - especialmente na distribuição de cavalos-de-tróia para aplicar golpes bancários. Este é certamente uma tendência na qual devemos ficar de olho" comentou Graham Cluley, consultor sênior de tecnologia da Sophos.

pcw_logo_twitter_73.jpg
> Siga PC WORLD no Twitter em http://twitter.com/pcworldbrasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail