Home > Notícias

Brasil é terceiro no ranking de pragas virtuais

Levantamento, que acaba de ser divulgado pela Symantec, mostra que o país aumentou em 50% sua participação

Daniela Braun, IDG Now!

20/04/2010 às 10h47

Foto:

O Brasil cresceu em um ranking pelo qual não tem motivos para comemorar. De acordo com o levantamento sobre atividades maliciosas (programas nocivos) da Symantec, que a acaba de ser divulgado, o país ampliou em 50% sua participação de 2008 para 2009, saltando de 4% para 6% das incidências registradas.

Segundo o levantamento, os Estados Unidos continuam na liderança, com 19% na participação, contra 23% do ano anterior. Em segundo aparece a China, com 8% dos casos registrados.

Na América Latina, o Brasil lidera, com 43% dos casos, contra 34% registrados no ano anterior. E também estamos na dianteira  em volume de spam na região, com 54% (mundialmente, o Brasil é o segundo maior emissor de e-mail indesejado, com 11%).

Para realizar o seu levantamento, a empresa de segurança contou com 8 bilhões de mensagens analisadas, em 86 países, sendo 88% spam. A Symantec conta com 133 milhões de sistemas monitorados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail