Home > Notícias

Brasil também envia apelo à ISO contra padrão Open XML

País, mais a Índia, se junta à África do Sul, que na última sexta enviou sua objeção à ISSO contra a aprovação do padrão da Microsoft.

IDG News Service/França

30/05/2008 às 8h58

Foto:

O Brasil e a Índia se manifestaram contra a adoção do formato Office Open XML, da Microsoft, como padrão internacional.

Os países se juntam à África do Sul,
que na última sexta enviou sua objeção à Organização Internacional de
Padronização (ISO, em inglês) e à Comissão Internacional Eletrotécnica
(IEC), órgão que aprovou o OOXML.

Membros de um comitê conjunto
aprovaram o padrão em 29 de março. Críticos se opõe ao processo de
aprovação rápida (chamado “Fast Track”) usado para aprovar o padrão. No
modelo, se um rascunho de padrão é rejeitado, um grupo é definido para
discutir as melhorias e atualizar a versão.

Os delegados tiveram
apenas cinco dias para lidar com mais de mil mudanças e críticas
técnicas na norma. No dia, muitas mudanças foram votadas, porém depois
o processo se tornou moroso e a versão final do texto ainda não foi
publicada.

A reunião apressada e o atraso na divulgação do
padrão foram motives de crítica do Brasil e da África do Sul, segundo
post no blog do advogado de padronização Andy Updegrove.

Porta-vozes
da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) não foram
encontrados para comentar o assunto, mas Jomar Silva, diretor-geral da
ODF Alliance Brasil, detalhou em seu blog as reuniões internas conduzidas pela ABNT para decidir sobre a apelação.

"Preparei a apresentação apenas com o intuito de demonstrar as
irregularidades que encontrei e contribuir para o conteúdo de uma
eventual apelação brasileira (que deveria ser apresentada em até 72
duas horas após o término da reunião)", afirma Jomar.
++++
A
apresentação feita na ABNT não provocou nenhum contra-argumento e foi
defendida pelo que Silva sugere ser o representante da Microsoft com
argumentos de que não havia tempo suficiente "nesta reunião para
avaliar os argumentos e decidir".

"Com tudo isso apresentado, não vejo outra alternativa a não ser
anunciar a minha decisão de me retirar deste grupo da ABNT. Se um dia a
celeridade voltar a prevalecer no grupo, volto a ele com todo o
prazer", afirma Silva, que voltou atrás e confirmou posteriormente à
reportagem do Computerworld que ainda não decidiu sobre sua saída do
grupo responsável pela aprovação ou rejeição do OpenXML na ABNT.

Os CEOs da ISO e da IEC Têm um mês para avaliar a apelação e chegar
a um acordo com as autoridades locais. A ISO não revela quantas
apelações recebeu ao todo.

A importância do padrão OOXML vem diminuindo, como anuncio da Microsoft de que vai suportar o padrão aberto OpenDocument Format no Office 2007, versão atual do seu pacote de produtividade, a partir de 2009.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail