Home > Notícias

Brasileiro não é muito fã de GPS, diz Nokia

Segundo estudo da empresa sobre o assunto, apenas 5% dos brasileiros afirmaram que usariam um aparelho de navegação móvel.

Redação do IDG Now!

27/11/2008 às 19h26

Foto:

Apesar das facilidades oferecidas pelos sistemas de navegação via satélite, baseados em GPS, os brasileiros não se mostram empolgados com a tecnologia, segundo informa uma pesquisa da Nokia sobre o tema, divulgada nesta quinta-feira (27/11). Das mil pessoas entrevistadas em oito capitais brasileiras, apenas 5% disseram que usariam a tecnologia em suas rotinas. No total, 12.500 pessoas de 13 países foram entrevistadas para fazer o levantamento.

A falta de orientação fez com que cerca de 10% dos entrevistados no País faltassem a um casamento, encontro romântico ou uma comemoração de aniversário. Além disso,
a pesquisa mostra ainda que o brasileiro é ainda mais desorientado quando viaja ao exterior: 31% dos entrevistados disseram que já se perderam em viagens internacionais.

E se você acha que as pessoas são confiáveis quando passam informações a quem está perdido, pense outra vez: 15% de todos os entrevistados pela pesquisa afirmaram passar informações erradas para parecerem mais espertos. Já em Porto Alegre, 9% acham divertido confundir ainda mais os motoristas perdidos e mandá-los para endereços errados. E, em Fortaleza, 31% admitiram passar informações erradas para estranhos que estejam perdidos

Outro dado curioso é que 30% das pessoas culpam seus parceiros por se perderem, seja por causa de uma briga antes de se perderem ou por orientações erradas.

A Nokia ainda fez uma lista das cidades mais "perdidas" ou onde é inevitável se perder. A campeã do ranking é Londres, onde 10% dos entrevistados disse que é 'impossível' se localizar. Paris (9%), Bangcoc (5%), Hong Kong (5%) e Pequim (4%) aparecem em seguida.

Para a companhia, a adoção de sistemas de navegação ajudaria a reduzir esses problemas. Segundo a pesquisa, mais de 25% das pessoas entrevistadas globalmente baseiam-se em sistemas GPS para localizar endereços. Desses, 13% usam um celular como aparelho de navegação - número que não passava de zero há alguns anos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail