Home > Notícias

Brasileiros são os que mais usam as redes sociais no local de trabalho

Segundo pesquisa, Twitter é a plataforma mais utilizada, seguida por Facebook e MySpace; tecnologia VoIP também ganha destaque

Redação do IDG Now!

15/10/2010 às 12h02

Foto:

Os brasileiros são os que mais usam as redes sociais no local de trabalho. Isso é o que indica a pesquisa “Consumerização de TI”, patrocinada pela Unisys e conduzida pela IDC.  Além disso, o País também se destaca no uso da tecnologia VoIP, tanto para atividades pessoais quanto profissionais.

Segundo o relatório, o Facebook e o My Space são usados por 15% dos brasileiros tanto para temas pessoais como para atividades ligadas ao trabalho. Já nos Estados Unidos, este número cai para 3% e na Europa para 6%. Na Austrália/Nova Zelândia, o índice é de 5%.

Em relação ao uso do Twitter, 20% dos brasileiros utilizam o microblog para fins pessoaos e profissionais. Nos Estados Unidos, Europa e Austrália/Nova Zelândia, este número é de apenas  3% para ambas as razões.

No quesito frequencia de uso, 19% dos brasileiros afirmaram acessar páginas de redes sociais ao menos uma vez ao dia para trabalhar, enquanto 3% dos americanos, 7% dos europeus e 5% dos entrevistados da Austrália e Nova Zelândia indicaram utilizar estas ferramentas com a mesma assiduidade. 

O estudo feito pela Unisys também constatou que vários funcionários brasileiros afirmam ter a autorização de suas empresas para acessar sites na Internet que não estão relacionados ao trabalho. Eles também postam em blogs por razões pessoais e armazenam dados e arquivos pessoais nos computadores da empresa durante o expediente. Entretanto, na outra ponta, as  companhias indicam que estas atividades não são permitidas na mesma proporção dita pelos funcionários.

A força do VoIP

A tecnologia VoIP – representada em softwares como o Skype – também ganha força entre os  brasileiros com 32% deles usando a ferramenta também para questões pessoais e de trabalho.  Nos Estados Unidos, apenas 7% utilizam este tipo de comunicação, enquanto na Europa este número é de 16% e na Austrália/Nova Zelândia é de 17%.

Metodologia

O estudo “Consumerização de TI”, patrocinado pela Unisys, foi realizado em duas fases em vários países do mundo. No Brasil, a primeira etapa contou com entrevistas a 301 trabalhadores usuários de aparelhos existentes no mercado (celulares, smartphones, palms, laptops etc) e redes sociais (blogs, Twitter, Facebook etc) das seguintes cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre, Belo Horizonte, Curitiba, Salvador e Fortaleza. As entrevistas fizeram parte de uma pesquisa global com 2820 funcionários de 10 países. A segunda fase da pesquisa patrocinada pela Unisys entrevistou 100 executivos de diversas empresas localizadas no Brasil. Globalmente, o estudo entrevistou aproximadamente 650 tomadores de decisão na área de TI em 10 países.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail