Home > Notícias

Brasileiros veem biometria como opção segura para proteger dados

Para proteção de dados, 71% dos entrevistados afirmam que usariam impressão digital, enquanto 60% adotariam leitura de íris.

Redação do COMPUTERWORLD

20/01/2009 às 15h29

Foto:

Mais de dois terços dos consumidores (67%) ao redor do mundo confiam nos leitores de impressão digital para validar suas identidades em bancos, agências governamentais e outras organizações, de acordo com recente pesquisa realizada pela Unisys. Na preferência dos usuários, esse método de identificação ficou em segundo lugar, atrás, por apenas 1%, das senhas pessoais.

> Especial Biometria: novos métodos de identificação 

No Brasil não foi diferente. A maioria da população – 71% – também prefere a impressão digital como método biométrico de identificação. Na escala de preferência, senha pessoal ficou em segundo lugar, com 67%, e em terceiro, com 60%, leitura de íris.

Em relação à faixa etária, brasileiros a partir de 55 anos são os menos dispostos a utilizar identificação biométrica. Reconhecimento por foto foi o método mais rejeitado, com apenas 34% de aceitação. Por outro lado, jovens entre 18 e 34 anos são os mais dispostos a usar soluções biométricas, variando de 72% a 77% o índice de aceitação para impressão digital e senha pessoal.

Outros resultados da pesquisa apontam que:

  • Os leitores de impressão digital estão bem à frente na confiança do consumidor em relação a outras soluções biométricas menos conhecidas, como leitores faciais (44% alegam que se sentem confortáveis com esse método) e de vasos sanguíneos da mão (38%);
  • Consumidores da Malásia, Austrália e Reino Unido são os que mais aceitam todos os métodos biométricos estudados na pesquisa. Além disso, esses três países são mais propensos a aceitar métodos geralmente impopulares em outras partes do mundo;
  • Os moradores de Hong Kong desconfiam de diversos métodos de autenticação, inclusive números de identificação pessoal (PINs) e senhas escolhidas pelo usuário. No entanto, são mais suscetíveis em aceitar o uso de impressões digitais como método de identificação.

Os dados atuais sobre biometria confirmam os resultados da pesquisa similar realizada em 2006 que também revelou que a maioria dos clientes no mundo apoia o uso desses dispositivos para autenticação de identidade.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail