Home > Notícias

Canadá também decide investigar Google por invasão de privacidade

Mais uma vez, coleta de dados pelo Street View em redes wi-fi desprotegidas torna a empresa alvo de autoridades governamentais

IDG News Service

02/06/2010 às 9h28

Foto:

Depois de Alemanha, França, Itália e EUA, agora é a vez do Canadá investigar o Google por invasão de privacidade. E o motivo é o mesmo: a coleta não-autorizada de dados de redes Wi-Fi desprotegidas pelo Google Street View.

O Privacy Commissioner of Canadá, órgão que responsável pela proteção de dados naquele pais, manifestou preocupação com as implicações de privacidade causadas pela coleta de dados do Street View por diversos bairros canadenses ao longo dos últimos anos. Jennifer Stoddart, representante do Privacy Commissioner, comentou que a entidade tinha uma série de perguntas ao Google, de como essa coleta de informações foi feita e seu impacto na
privacidade das pessoas.  A entidade solicitou ainda que o Google retenha os dados recolhidos no Canadá para futura análises.

Elizabeth Denham, outro membro do Privacy Commissioner, disse que o crescimento no número de serviços online baseados em localização está criando novos riscos para a privacidade, como prova os recentes incidentes do Google. Ela espera que essa investigação sobre a companhia resulte em um melhor tratamento de dados pessoais, entre outras medidas que envolvam a coleta de dados Wi-Fi.

Procurado para comentar a investigação, o Google ainda não se manifestou sobre o assunto.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail