Home > Notícias

CCE mostra conceitos em São Paulo

TVs com computador integrado, PCs 3D e servidores de arquivos são alguns dos projetos atuais da empresa.

Rafael Rigues

22/07/2010 às 14h12

Foto:

A CCE apresentou à imprensa nesta quinta-feira (22/07) em São Paulo uma série de conceitos de novos produtos que poderão chegar às lojas a partir do final deste ano, se houver demanda do mercado.

O mais interessante foi batizado de TV+, e é basicamente uma TV com um PC (equipado com um processador baseado na tecnologia Atom, da Intel) integrado. Além de todas as funções comuns à uma TV digital de alta-definição, o aparelho também tem navegador web integrado, atalhos para acesso a sites como YouTube, Facebook e Twitter e uma interface Media Center, para facilitar a reprodução de músicas e filmes armazenados em pendrives e HDs conectados via USB.

cce_tv_plus-360px.jpg

CCE TV+: TV com computador integrado

A TV+ roda um sistema operacional baseado em Linux, desenvolvido pela própria CCE, e virá acompanhada de teclado, mouse e controle remoto. A CCE planeja modelos com telas de 32 e 42 polegadas e alta-definição, webcam integrada e rede sem fios para acesso à internet. Para meados de 2011 a empresa menciona a possibilidade de um modelo com Windows.

O preço não foi informado mas segundo Rogério Fleury, diretor de projetos da CCE, será “bastante agressivo" e próximo ao de uma TV de 32 polegadas comum, que hoje está na faixa entre 1.500 e 1.800 reais.

Games em 3D

A empresa também mostrou dois conceitos de PCs com gráficos 3D, voltados para gamers. O “Computador 3D Vision Surround” era equipado com duas placas de vídeo GeForce GTX470 em um gabinete imenso, ligado a três monitores 3D utilizando óculos da NVIDIA.

Um modelo mais simples, chamado “Computador CCE 3D” tem apenas uma GeForce GTX 470, um monitor e gabinete de tamanho mais convencional. As máquinas estavam equipadas com leitores de Blu-ray, e além de jogos também possibilitam a exibição de fotos e filmes em 3D.

cce_3d_surround-360px.jpg

Computador 3D Vision Surround: duas NVIDIA GeForce GTX470 e três monitores

De acordo com Fleury, embora ainda não estejam em produção, ambos os modelos poderiam ser facilmente comercializados caso haja demanda por parte dos varejistas, já que a CCE domina o processo de produção de todos os componentes (placas, gabinetes, monitores) necessários. Não há preços, apenas uma estimativa de que para o modelo “3D Vision Surround” ele poderia ser “abaixo dos 10 mil reais”.

Para a sala de estar

O Media Box é uma “caixinha” que reproduz na TV arquivos de vídeo (inclusive filmes em alta definição) e áudio (como MP3, entre outros formatos) armazenados em HDs externos ou na rede.

Já o NAS (network Attached Storage - Armazenamento Conectado à Rede) é um companheiro da Media Box, basicamente um computador miniaturizado no qual podem ser instalados HDs de grande capacidade. O espaço nos discos (até quatro deles) pode ser somado e apresentado a outros computadores da mesma rede (e ao Media Box) como um “HD gigante”.

cce_nas-360px.jpg

NAS CCE: até quatro HDs disponíveis para todos os computadores da rede

Sistemas NAS podem servir a inúmeros propósitos, de repositório central de arquivos em um pequeno escritório a depósito de músicas e filmes para os micros da casa ou um MediaBox. No momento praticamente não há soluções similares no mercado nacional, embora sejam bastante populares no exterior.

Em comparação a soluções caseiras, como deixar um PC ligado o tempo todo, sistemas NAS tem menor consumo de energia e produzem menos ruído. Além disso, seus sistemas operacionais são otimizados para uso ininterrupto por longos períodos, reduzindo a necessidade de manutenção.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail