Home > Notícias

Cebit 2008: Greenpeace elege os produtos mais verdes de tecnologia

Estudo 'Searching for green electronics' avaliou 14 empresas. Sony liderou em laptops. HP e Dell empataram na categoria Desktops.

Por IDG News Service/França

05/03/2008 às 11h13

Foto:

Um celular da Sony Ericsson, um notebook da Sony e PCs da Dell e HP são os primeiros em suas respectivas categorias de produtos no estudo “Searching for green electronics”, revelado pelo Greenpeace nesta quarta-feira (05/03), durante a CeBIT 2008.

O estudo avaliou produtos oferecidos pelo mercado entre agosto e novembro de 2007. Foram usados quatro critérios para avaliação: uso de químicas tóxicas, eficiência energética, possibilidade de reciclagem e marketing.

Mais sobre lixo eletrônico:
> Lixo cabe em trem que dá volta ao mundo

> Brasil não tem estrutura para lixo eletrônico
> Saiba os riscos para a saúde
> Quais são as soluções possíveis?
> Fotos: lixões pelo mundo
> Veja produtos verdes
> Conheça o homem de lixo

Das empresas contatadas, 14 responderam com dados de 37 produtos. Entre outras, a Microsoft, Apple, Acer, Asus, Nintendo e Sharp não responderam ou retornaram tarde demais, o que faz com que não existem games no relatório final.

A melhor pontuação foi obtida pelo celular T650i da Sony Ericsson, com nota 5,3 de um máximo de 10. Outros dispositivos móveis alcançaram entre 3,6 e 4,4.

Na categoria de laptops, o Sony Vaio TZ11 foi líder com 5,29 pontos. Outros produtos ficaram entre 3,49 e 4,82. Entre desktops, a liderança ficou com o Dell Optiplex 755 e o HP dc5750, empatados com 4,71 pontos.

A lista publicada pelo Greenpeace pretende mostrar que algumas empresas criam produtos que prejudicam menos o meio ambiente, além de alertar sobre o perigo que o total de 20 a 50 toneladas de lixo eletrônico produzidas anualmente pode causar.

“Construímos uma Torre Eiffel de lixo a cada 70 horas”, estima uma porta-voz do Greenpeace, Zeina Al-Hajj. Destes materiais, mais de 75% não podem ser localizados, segundo o grupo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail