Home > Notícias

Celular touchscreen é mais “humano”, diz Motorola

“Todos os telefones ficarão mais ‘espertos’, mas nem todos querem pagar 500 dólares em um aparelho touchscreen”, afirma vice-presidente de software da companhia.

Henrique Martin, editor-assistente da Macworld Brasil

08/12/2008 às 15h00

Foto:

O iPhone, da Apple, abriu caminho para uma nova fornada de celulares com tela sensível ao toque. Isso não exclui a Motorola, que acredita no fato de “as pessoas amarem telas touchscreen porque tornam a experiência mais humana e natural”, nas palavras de Christy Wyatt, vice-presidente de software, plataformas e ecossistemas da Motorola.

Wyatt fez o discurso de abertura do MotoDev Summit, evento voltado a desenvolvedores da Motorola, hoje (08) em São Paulo.

A Motorola não fala muito sobre os futuros produtos baseados na nova estratégia da companhia, focada apenas em Java (para aparelhos mais básicos), Windows (smartphones corporativos) e Android (smartphones e telefones multimídia). A estratégia oficial é falar que o primeiro celular com Android sai no segundo trimestre de 2009. “Vai ser um aparelho muito cool”, diz a executiva.

“Estamos em um momento em que a integração entre hardware e software no celular é mais importante que nunca. As pessoas criam vínculos emocionais com o aparelho, o sistema operacional dele não pode ser algo genérico”, afirmou Wyatt.

Para a executiva, a indústria de celulares está em um momento de transição, de aparelhos focados em voz apenas para telefones multitarefa e multifunção. “Todos os telefones ficarão mais ‘espertos’, mas nem todos querem pagar 500 dólares em um aparelho touchscreen”, diz.

“Só que, em determinado momento, todo mundo vai querer acessar redes sociais ou fazer buscas no Google. Pense no cenário móvel hoje como o mundo dos PCs alguns anos atrás: as pessoas pagavam para ter acesso a centrais de conteúdo, como a AOL, por exemplo. Aparelhos como o Google Phone, ou até mesmo o iPhone, levam o usuário a descobrir o que o telefone faz a mais”, afirma. “Estamos trabalhando bem próximos ao Google para trazer serviços web para o telefone”, conclui.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail