Home > Notícias

CEO da Microsoft vai testenhumar em processo contra a própria empresa

Segundo e-mails revelados nas últimas semanas, Steve Ballmer sabia que o Vista não rodaria adequadamente em alguns computadores.

IDG News Service/Taipé

24/11/2008 às 9h09

Foto:

Um juiz federal em Seattle determinou que o Chief Executive Officer (CEO) da Microsoft, Steve Ballmer, deverá testemunhar em uma ação judicial contra a companhia em que trabalha. O testemunho de Ballmer deverá ser coletado pelos advogados de acusação em 30 dias e não deve exceder três horas de duração.

O processo judicial procura determinar se a Microsoft enganou os eventuais compradores do Windows Vista, afirmando que a máquina rodaria sem problemas em hardware obsoleto produzido pela Intel. Com o acordo, a fabricante de processadores teria supostamente aproveitado para despachar equipamentos incompatíveis com o então recente sistema operacional da Microsoft.

Até então, a desenvolvedora de software afirmava que Ballmer não estava envolvido nas discussões sobre o Vista com a Intel. Os responsáveis seriam os executivos Jim Allchin, então co-presidente da empresa, e Will Poole, que à época ocupava o cargo de vice-presidente sênior.

E-mails revelados nas últimas semanas, porém, mostram que Ballmer e o presidente da Intel, Paul Ottelini, conversaram sobre o assunto. Para a juíza Marsha Pechnan, de Washington, os indícios levam a crer que Ballmer tem um conhecimento “único” sobre o caso e por isso precisa ser ouvido.

O caso contra a Microsoft foi lançado no ano passado. A acusação afirma que os computadores classificados como “Vista Capable” (Compatíveis com o Vista) no começo de 2006 não tinham capacidade para rodar adequadamente a versão Premium do sistema operacional.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail