Home > Notícias

CEO da Oracle reforça compromisso em manter tecnologias da Sun

Larry Ellison oferece US$ 10 mil à empresa que não conseguir melhor desempenho com banco de dados em máquinas Sun.

Tatiana Americano, da CIO Brasil*

12/10/2009 às 13h33

Foto:

O compromisso da Oracle em manter e reforçar os investimentos nas soluções da Sun Microsystems marcou a abertura do Oracle Open World 2009, evento mundial da companhia norte-americana que acontece esta semana, em São Francisco (Estados Unidos), e reúne mais de 40 mil pessoas, entre clientes, parceiros e analistas.

Mesmo sem citar a aquisição da Oracle pela Sun, que ainda depende da aprovação da União Europeia, os principais executivos das duas companhias anunciaram planos conjuntos e, principalmente, a intenção de garantir a sobrevivência do sistema operacional Solaris, dos processadores Sparc, do banco de dados MySQL e da linguagem Java.

"Não estamos vendendo os negócios de hardware", afirmou o principal executivo da Oracle, o Chief Executive Officer (CEO), Larry Ellison, ao refutar as especulações do mercado de que a companhia estaria interessada em descontinuar  os processadores Sparc, da Sun, após a aquisição.

De acordo com Ellison, a empresa tem planos de investir ainda mais na tecnologia Sparc. "A IBM saiu no mercado falando que a compra não seria boa para os nossos clientes e aqui está a resposta", complementou o CEO, ao se comprometer a injetar mais dinheiro em todos os produtos da Sun.

Na mesma linha, o chairman (presidente do conselho) da Sun Microsystems, Scott McNealy, anunciou o que, segundo ele, representa uma revolução em termos de armazenamento. Trata-se da segunda versão do Sun Oracle Database Machine, solução para banco de dados, e que promete uma performance duas vezes mais rápida do que a primeira versão. "Para nós, o futuro do data center está aqui", disse McNealy.

Também em torno do lançamento da Database Machine, Ellison citou que trata-se da única máquina do mercado que permite rodar aplicações Online Transaction Processing (OLTP) - transações online. "A combinação do hardware Sun com o software da Oracle nos deixa bem equipados para competir com o gigante", destacou o CEO, fazendo uma clara referência à IBM.

Ainda como parte de uma abordagem mais agressiva de mercado, o executivo fez um desafio às grandes corporações. Ele ofereceu 10 mil dólares para qualquer companhia que não conseguir rodar aplicações de banco de dados com até duas vezes mais velocidade nos equipamentos da Sun.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail