Home > Notícias

Cerca de 2 mil desenvolvedores estão envolvidos com o Windows 7

Responsável pelo Windows diz que sistema envolve 25 equipes com 100 pessoas, incluindo desenvolvedores, testers e gerentes.

Computerworld/EUA

19/08/2008 às 15h19

Foto:

O desenvolvimento e testes do código do próximo sistema operacional da Microsoft, o Windows 7, pode envolver 2 mil desenvolvedores, revelou a empresa nesta terça-feira (19/08).

De acordo com o vice-presidente sênior de engenharia do Windows e do Windows Live, Steven Sinofsky, há 25 equipes com aproximadamente 100 funcionários trabalhando no sistema que substituirá o Vista.

Leia mais:
> 8 questões sobre o novo sistema da Microsoft
> Windows 7 com multi-touch não salvará empresa

A primeira demonstração pública do Windows 7 deve ocorrer em outubro.

“Nossas equipes têm quantidades X de desenvolvedores, X de testers e ½ X de gerentes de programação”, escreveu Sinofsky no blog Engineering Windows 7. “Em média, estas equipes têm 40 desenvolvedores voltados à criação do sistema.”

Com base neste cálculo, cada equipe teria 40 pessoas escrevendo códigos e o mesmo número de testers, além de 20 gerentes.
++++
Em outras palavras, seriam 2 mil desenvolvedores criando ou testando o Windows 7, supervisionados por mais 500 pessoas.

“Algumas pessoas dizem que as equipes do Windows são grandes demais, levando a problemas de engenharia. Leva tempo para criar o sistema, é um grande projeto. Acho que a equipe precisa ter o tamanho certo e ser gerenciada com eficiência para que o seu trabalho reflita o próprio tamanho”, argumenta Sinofsky.

O Windows 7, que deve ser lançado em 2010, terá recursos como tela sensível ao toque e terá características parecidas com o Vista para evitar problemas de compatibilidade.

A assessoria da Microsoft se negou a confirmar estes dados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail