Home > Notícias

CES 2012: iPhone e iPad controlam robôs a distância

Navibot, da Samsung, promete varrer o chão do lar enquanto você está no escritório; MantaroBot transmite ordens a trabalhadores.

IDG News Service / EUA

13/01/2012 às 11h08

Foto:

Seu smartphone pode se transformar, em breve, em controle remoto de robôs. A Samsung mostrou um limpador de chão robótico esta semana na CES 2012 (Consumer Electronics Show) que é equipado com uma câmera e alto-falantes.

Vamos dizer que você está no trabalho e se conecta, por meio de um software (de smartphone ou computador), ao seu Navibot. Você pode ajustar a posição da câmera na unidade, assim como controlar seu movimento pelo controle.

Ao mudar a posição da câmera no local, isso leva você descobrir que o cachorro está dormindo no sofá, por exemplo. Seu próximo passo é gritar pelo microfone do aparelho “cachorro malvado” e presumivelmente o animal vai pular do sofá após ouvir sua voz saindo do Navibot.

O modelo do Navibot que foi demonstrado na CES é um upgrade em relação a suas versões anteriores. No entanto, a fabricante não soube informar o preço sugerido do aparelho.

O produto da Samsung utiliza a câmera para mapear o local em que está para navegação.

samsungnavibot01.jpg

Navibot, da Samsung, ainda não tem preço definido

Mas existe uma outra categoria de aparelhos parecidos que confiam mais em controles humanos e podem encontrar espaço no local de trabalho e em casa, se você conseguir superar sua experiência aparentemente fora do corpo.

No verdadeiro oceano de fabricantes na CES estava a empresa americana Mantaro, que vende um aparelho que não varre o chão, mas pode atuar como seu substituto físico em uma reunião de negócios.

O recém-lançado produto da empresa é chamado TeleMe. Um iPad 2, iPhone 4 ou 4S ou tablet Android pode ser encaixado em uma alça da unidade – ela pode ser ajustada para ficar na horizontal ou vertical. Em sua base temos rodas, um motor e a bateria.

O usuário remoto se comunica via Skype pelo tablet ou smartphone, mas também é possível controlar os movimentos do aparelho pelo PC. Ele pode, por exemplo, seguir um parente idoso pela casa.

O produto custa 1.500 dólares atualmente, mas o diretor e engenheiro da empresa, Declan Murphy, acredita que o preço pode ser baixado para 1.000 dólares até o final do ano. “Em dois anos, esse será o presente de Natal mais popular para os pais e mães”, acredita.

Uma unidade mais cara da empresa, o MantaroBot, que custa 3.500 dólares, possui sua própria câmera e mais capacidade para rastrear a área. Ele também pode ser equipado com um apontador laser, que pode ser controlado remotamente. Os dois modelos podem se conectar com redes Wi-Fi.

Em uma fábrica, por exemplo, um gerente pode guiar o MantaroBot e passar tarefas para os seus funcionários por meio da câmera e da tela embutida. O aparelho também pode ser usado em conferências.

mantarobotdeclan01.jpg

Murphy mostra o MantaroBot na CES 2012

Murphy afirmou que o aparelho está sendo usado em uma universidade no Chile para permitir que um instrutor nos EUA ensine remotamente os estudantes.

Esse tablet fica em um suporte que pode ser ajustado para ficar na posição horizontal ou vertical. Ele também possui rodas e um motor para andar por aí.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail