Home > Notícias

CES 2013: Disco Blu-ray promete armazenar dados “por toda vida”

Novo disco armazena os dados em uma camada com tecnologia proprietária, resistente aos efeitos da luz, umidade e temperatura ao longo do tempo

Martyn Williams, IDG News Service

07/01/2013 às 0h15

Foto:

Um novo tipo de disco Blu-ray promete armazenar seus dados por muito mais tempo do que o possível em discos ópticos convencionais. Batizado de MDisc e desenvolvido pela Milleniata, uma empresa norte-americana com sede em Utah, o disco tem capacidade de armazenamento de 25 GB e estará no mercado em junho deste ano, acompanhando um DVD com a mesma tecnologia já produzido pela empresa.

Discos DVD e Blu-ray são uma opção popular entre os consumidores para armazenamento de dados a longo prazo, mas o que muitos deles não percebem é que ao longo do tempo estes discos perdem a confiabilidade. O efeito da luz, umidade e reações químicas dentro da estrutura do disco produzem uma degradação na camada onde os dados são gravados, que eventualmente torna o disco ilegível.

“A maioria dos CDs e DVDs grava os dados em uma camada composta por um pigmento óptico, que muda de cor quando exposto ao laser de gravação. Esta mudança na cor é interpretada pelo drive durante a leitura. Mas isso só funciona de forma confiável por cerca de cinco anos”, disse Douglas Hansen, Chief Technology Officer da Milleniata.

“Com o tempo o pigmento começa a se degradar e eventualmente a leitura irá falhar. Nós gravamos dados derretendo e movendo material na superfície do disco, então o resultado é como algo entalhado em pedra”, disse ele.

Os discos da Milleniata armazenam os dados em uma camada desenvolvida com tecnologia proprietária, e que não se degrada com tempo. A empresa cita testes de armazenamento conduzidos em 2009 pela Naval Air Warfare Weapons Division do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, que compararam um DVD MDisc com cinco outros discos desenvolvidos para armazenamento a longo prazo (identificados como “archival quality”)

O teste não encontrou nenhuma degradação nos discos da MDisc, em contraste a grande degradação e erros encontrados nos outros discos após um período de testes prolongados, de acordo com a Milleniata.

Nos DVDs da empresa, a camada proprietária de armazenamento exige um laser mais potente para a gravação dos dados. Alguns gravadores da LG já são capazes de detectar os discos MDisc e aumentar a potência do laser ao gravá-los. Os discos podem ser lidos em qualquer drive de DVD.

“Nosso novo disco Blu-ray não necessitará de nenhuma mudança no firmware do gravador. Todos os gravadores de Blu-ray no mercado deverão ser capazes de gravar nossos discos, que também devem ser lidos sem problemas”, disse Hansen.

Os discos DVD estão disponíveis nos EUA em pacotes de 10 unidades por US$ 30 e 20 unidades por US$ 58. O preço dos discos Blu-ray não foi anunciado.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail