Home > Notícias

CES 2013: Sony aposta tudo na tecnologia 4K

Companhia espera aproveitar a sinergia entre sua divisão de eletrônicos e seu estúdio de cinema para incentivar adoção da tecnologia

Martyn Williams, IDG News Service

10/01/2013 às 14h00

Foto:

TV com quatro vezes a resolução de imagem dos atuais aparelhos de alta-definição estão se tornando uma das apostas mais comuns entre os fabricantes de eletrônicos na CES 2013 em Las Vegas.

A maioria dos grandes fabricantes de TVs anunciou planos para os novos aparelhos, conhecidos como TVs “4K” ou “Ultra HD” (do inglês Ultra High Definition, Ultra Alta-Definição), mas a Sony foi um passo além. Esperando aproveitar a sinergia entre sua divisão de eletrônicos e seu estúdio de cinema, a empresa afirmou que planeja lançar uma filmadora 4K no mercado consumidor e, talvez o às em sua manga, um serviço de distribuição de conteúdo em 4K.

Leia também
Entenda o que é a tecnologia "4K"

A Sony já tentou isso antes. Seu rico catálogo de artistas na Sony Music não ajudou muito o Wlakman em sua batalha contra o iPod, mas a Sony de hoje é uma empresa muito diferente de uma década atrás. Howard Stringer, o antigo CEO da empresa, lutou contra feudos internos em uma tentativa de derrubar barreiras e fazer a companhia trabalhar em conjunto rumo a um único objetivo.

“É mais do que apenas algoritmos de processamento de sinal e toda a ciência que vai dentro da criação de um aparelho 4K. Sabemos qual deve ser o conteúdo, e estamos na vanguarda da criação dele também”, disse Kaz Hirai, o atual CEO da Sony Corporation, durante uma coletiva de imprensa na CES.

Hirai está certo sobre a posição singular da Sony. Ela é a única grande fabricante de eletrônicos de consumo que tem estúdios de produção de música, filmes e séries de TV, então tem um amplo catálogo de conteúdo a oferecer em seus aparelhos. Homem-Aranha, Homens de Preto, Seinfeld, Alicia Keys, Ke$ha e muitos outros são parte da “família” Sony.

O serviço de distribuição de conteúdo em 4K será lançado nos EUA em meados deste ano e, a princípio, contará com um catálogo de cerca de 10 filmes. “Iremos oferecer conteúdo 4K nativo aos lares”, disse Phil Molyneux, presidente da Sony Electronics, divisão norte-americana de eletrônicos da Sony Corporation. “Este serviço pioneiro no mundo irá permitir que os proprietários de nossas TVs 4K baixem e apreciem filmes em 4K criados pela Sony Pictures e outras produtoras de conteúdo”.

O serviço pode se tornar um diferenciador importante para a Sony no mercado de 4K. Isso porque, após o barulho dos vários anúncios de aparelhos 4K por várias fabricantes de eletrônicos, uma pergunta comum surgiu e persiste: o que os consumidores irão assistir?

Não há transmissão de TV em 4K em nenhum lugar no mundo, portanto resta aos consumidores a opção de fazer o “upconverting”, um processo que artificialmente aumenta a resolução da imagem, mas degrada a qualidade. Esta era uma técnica popular entre os proprietários de DVD players quando as primeiras TVs de alta-definição chegaram ao mercado, mas não era um substituto para verdadeiro conteúdo em alta-definição, que se tornou disponível com a criação de discos e players de Blu-Ray. O mesmo provavelmente acontecerá com 4K.

Questionado por repórteres sobre planos para ampliar o serviço de distribuição de conteúdo 4K a aparelhos de outros fabricantes, Hirai disse que isso pode acontecer eventualmente, mas que inicialmente ele seria restrito às TVs da Sony. “A Sony tem uma posição única como inovadora e líder de mercado em 4K”, disse Molyneux.

Para Hirai, 4K é uma das tecnologias que pode ajudar a Sony recuperar o mercado de TVs. Por muito tempo um dos carros-chefe da empresa (com tecnologias como Trinitron e a linha Wega), ele vem dando prejuízo há anos devido à ferrenha guerra de preços com outros fabricantes. Hirai está reduzindo o tamanho e escopo da família de TVs da Sony, em uma tentativa de conter as perdas e estabelecer uma base sólida sobre a qual a empresa possa crescer novamente.

A Sony não anunciou os preços de todas suas TVs 4K. O atual modelo de 85 polegadas custa US$ 25.000, e Molyneux disse que dois novos aparelhos terão um preço “mais acessível” aos consumidores. A filmadora 4K mostrada na CES, que permitirá aos usuários criar seu próprio conteúdo em Ultra HD, é apenas um protótipo, sem data de lançamento definida.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail