Home > Notícias

China bloqueia acesso ao iTunes

País bloqueou acesso ao serviço da Apple devido a um álbum de rock produzido para manifestar apoio à liberdade no Tibete.

Macworld/Reino Unido

21/08/2008 às 11h21

Foto:

A polícia virtual da China bloqueou o acesso à iTunes Store da Apple porque a loja de música ofereceu um álbum em apoio às pessoas que procuram liberdade no Tibete.

O álbum foi produzido por um grupo chamado “The Art of Peace Foundation” e é composto por 20 músicas de uma série de artistas, incluindo Moby e Alanis Morissette.

>>>Leia também:
Apple abre primeira loja na China
Apple e China Mobile voltam a negociar venda do iPhone
11 motivos para odiar o iTunes

A produção foi lançada para download no iTunes Store em 5 de agosto - três dias antes do início da Olimpíada - e lançou um CD na terça-feira (19/08). O que aparentemente enfureceu a China é que os atletas da vila olímpica têm feito downloads das músicas para seus iPods em apoio à campanha para o Tibete livre.

Os crescentes fundos têm sido usados para apoiar “os projetos de paz que mataram Dalai Lama”, disse um líder espiritual tibetano exilado. O bloqueio ao iTunes surgiu no início dessa semana, quando estrangeiros tentaram acessar suas contas e não conseguiram acessar o site.

O e-mail do suporte técnico da Apple alegou: “O iTunes não está bloqueado na China, mas o acesso está restrito em algumas áreas”. A nota também adverte que a tentativa de acessar o iTunes na China é um “risco” do próprio usuário.

Apesar das autoridades chinesas resistirem à campanha, o álbum “Songs For Tibet” é top de vendas de download de músicas de rock no iTunes pelo mundo, levando o diretor executivo da “Art of Peace Foundation”, Michael Wohl a observar:”Esse álbum envia uma clara manifestação ao Tibete e mostra que o mundo está com Dalai Lama e apóia seus sonhos pela autonomia e direitos humanos".

Assista o vídeo promocional do álbum.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail