Home > Notícias

China desbarata quadrilha por contrabando de US$ 1 bi em celulares

Operação irregular na China envolvia cerca de 160 pessoas; mais da metade dos envolvidos já foi presa.

Por IDG News Service

01/04/2010 às 9h00

Foto:

A polícia chinesa prendeu uma quadrilha de contrabandistas de telefones celulares que envolvia cerca de 160 pessoas e que movimentou um valor estimado em mais de 7,8 bilhões de yuans (1,1 bilhão de dólares), informou a mídia estatal do país na quarta-feira (31/3). Segundo  inquérito policial, já foram presos mais de 100 suspeitos no maior caso de contrabando deste tipo da China, informou a agência de notícias Xinhua.

Ao menos quatro suspeitos já foram condenados a penas  que variam de um a 15 anos de prisão por um tribunal de Zhuhai, na província meridional de Guangdong. As autoridades confiscaram o dinheiro e o contrabando de mercadorias no valor de mais de 20 milhões de yuans (3 milhões de dólares).

O caso é um raro exemplo de trabalho que a China está fazendo para acabar com as partes "anárquicas" do seu setor de telefonia móvel. Versões estrangeiras do iPhone, BlackBerry e outros aparelhos móveis populares são amplamente vendidas em mercados chineses logo após terem "cruzado" a fronteira.

Existem 2 milhões de iPhones sendo utilizados na China, que não foram vendidos pela distribuidora oficial China Unicom. Estas são estimativas da consultoria BDA, demonstrando o  tamanho do chamado "mercado cinza" de eletrônicos importados informalmente. Telefones móveis falsificados também são exportados pela China.

De acordo com pesquisa do iSuppli, cerca de 110 milhões de unidades foram exportados da China, em 2009, contra apenas 60 milhões de unidades no ano anterior.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail