Home > Notícias

China ultrapassa EUA e se torna a maior produtora de PCs zumbis

Pesquisa coloca Brasil em 3º como o país que mais produz redes infectadas, mas que lidera em número de spams enviados.

Redação do IDG Now!

17/02/2010 às 9h15

Foto:

A China ultrapassou os Estados Unidos no último trimestre de 2009 como sendo o país que mais produz redes de computadores zumbis (micros conectados à internet que foram comprometidos por  invasores para executar ataques remotamente) em todo o mundo, de acordo com relatório divulgado pela empresa de segurança McAfee, na última semana

Nos últimos três meses do ano passado, a presença de máquinas comprometidas nos EUA caiu de 13% para 9,5%,  enquanto o país asiático manteve os 12% registrados na pesquisa anterior.
O Brasil, que está na terceira posição desde o segundo trimestre de
2009, possui 8,5% de máquinas infectadas. Ao todo 1.095.000 de computadores na China e 1.057.000 nos Estados Unidos foram infectados.

Spam
Segundo o estudo, os EUA continuam a ser o maior produtor de spam, com o Brasil e a Índia, em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Ucrânia e Alemanha integram pela primeira vez a lista dos dez países que mais enviam spams  em 2009. Venezuela, Coreia, Polônia, Romênia e Rússia completam a seleção.

Em relação à lista passada do terceiro trimestre de 2009 ficaram de fora Turquia, Argentina e Colômbia.

Geografia Global
A América do Norte foi apontada como líder mundial em hospedagem de conteúdos maliciosos na internet, seguida pela África e Emirados Árabes e Ásia e Pacífico.

Na Europa, o primeiro lugar é da Alemanha, com Holanda e Itália nos respectivos segundo e terceiro lugares. Na Ásia, a liderança coube à China, principal hospedeira de conteúdo malicioso, à frente de Rússia e da Coreia do Norte.

A China também conquistou a liderança em ataques de SQL Injection, que ocorrem quando o atacante consegue inserir uma série de instruções SQL dentro de um sistema através da manipulação das entradas de dados de uma aplicação.

Embora os ataques de injeção SQL sejam originários de vários países do mundo, a China foi de longe o país que mais acolheu estes "assaltos", registrando 54,4% destes incidentes. As informações da pesquisa foram coletadas em cerca de 100 milhões de computadores em 120 países.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail