Home > Notícias

Chineses usam impressoras 3D para construir ponte em apenas 18 dias

É a maior ponte de concreto do mundo feita a partir de materiais impressos em 3D. Custo da construção também é menor do que os métodos tradicionais

Da Redação

11/02/2019 às 12h35

Foto: Xu Weiguo/Divulgação

As impressoras 3D não servem apenas para construir maquetes ou bonecos. Os aparelhos também têm sido usados na construção civil. E um exemplo recente está em Shanghai, na China, que ganhou a maior ponte de concreto já criada a partir de impressoras de tecnologia de terceira dimensão.

O projeto foi baseado na Ponte Zhaozhou, uma das mais famosas e a mais velha em todo o território chinês, e criado por uma equipe de profissionais da Universidade de Arquitetura de Tsinghua, em Beijing. Ao todo, são mais de 26 metros e 44 blocos de concreto impressos individualmente usando somente uma impressora 3D, além de 68 chapas de concreto.

As peças foram criadas com a ajuda de braços robóticos, que fabricaram as peças uma a uma. Os equipamentos também foram responsáveis pelo posicionamento de cada item.Para completar a montagem, foram necessários apenas 18 dias (450 horas). Após esse período, testes foram feitos na construção, garantindo que a passagem de pedestres é segura - inclusive, sensores foram instalados pela extensão da ponte para detectar os níveis de pressão e vibração ao longo do tempo.

De acordo com a Universidade de Tsinghua, o projeto da ponte 3D custa dois terços do valor que seria gasto para erguer uma ponte semelhante usando materiais tradicionais de construção.

Com informações: CNN

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail