Home > Notícias

Chip Atom pode deixar Intel de fora do segmento high end

Processador é cada vez mais utilizado em laptops completos, além dos netbooks, podendo reduzir vendas de chips mais potentes.

IDG News Service/ EUA

05/11/2008 às 11h47

Foto:

Os chips Atom têm baixo poder de processamento e pouco consumo de energia, além
de serem mais baratos. Eles estavam sendo usados, em sua maioria, em netbooks. A demanda pelo Atom foi tamanha que a Intel
já anunciou aumento da produção do chip
.

Com o lançamento da Fujitsu do LifeBook
U820 tablet PC, contudo, o Atom passou a ser usado em laptops completos com telas
pequenas. Os Tablet PCs geralmente utilizam os mais caros processadores Celeron e outros
de núcleos duplos. Com isso, o Atom pode representar uma canibalização do
mercado de chips de maior poder para a Intel ao entrar em laptops completos.

De acordo com Kevin Wrenn, vice-presidente de PCs na Fujitsu, o baixo custo e consumo
de energia do Atom foram pontos importantes para a escolha do processador. Segundo
ele, outros laptops com telas de até 12 polegadas terão o Atom.

O lançamento da Fujitsu é o primeiro que roda Atom e tem funções de laptop tradicional,
disse David Daoud, analista da IDC. Em momento de crise financeira, disse, um
PC com processador de baixo custo como o Atom pode ser mais atraente.

As vendas do Atom terão um forte crescimento durante os problemas econômicos,
confirmou a IDC em pesquisa. O desempenho deste processador foi forte no
terceiro trimestre, vendendo um montante próximo a 5 milhões de unidades, disse
a IDC.

Nathan Brookwood, analista da Insight 64, acredita que o consumo de energia é o
mais interessante do Atom. "O consumo de energia do Atom é de 10 watts. E
o menor que você vai ter com um Celeron ou Centrino é entre 15 a 20
watts", disse Brookwood. Para um tablet PC, completou, isso é muito
importante e combina perfeitamente com as menores baterias desse tipo de
computador.

Brookwood reconhece a possibilidade de canibalização com o Atom, mas destacou
que existe um único produto tablet PC com Atom e que os resultados precisam
ser vistos no futuro.

Dean McCarron, analista da Mercury Research, vê o Atom ganhando espaço do
Celeron em um primeiro momento, para depois chegar até os chips de núcleo duplo
mais simples. "Até agora, não há provas de que isso esteja ocorrendo. Mas é evidentemente
algo para se preocupar," disse McCarron.

O porta-voz da Intel, Bill Calder, disse que o uso do Atom está evoluindo. "O que estamos vendo é uma evolução de categoria. Já vimos algumas áreas
em que fabricantes de PCs expandiram a possibilidade de um componente," disse
Calder.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail