Home > Notícias

Chrome para iOS fica ainda melhor com modo tela cheia e outras novidades

Atualizado nesta semana, navegador do Google para iPhone e iPod Touch agora tem habilidades para impressão sem fio e permite salvar arquivos em PDF.

Macworld / EUA

10/04/2013 às 11h30

iphone5_435.jpg
Foto:

O Google recentemente “reaqueceu” a guerra dos navegadores ao anunciar que iria mudar as engines de renderização do Chrome. Mas mesmo com a proibição do iOS de browsers sem Webkit, a gigante de buscas não deixou de lado sua versão mobile do Chrome para iPhone e iPad.

Liberado há alguns dias, o update mais recente do Chrome para iOS adiciona alguns novos recursos que tornam o browser uma oferta ainda mais interessante: um modo de tela cheia para iPhone e iPod Touch, assim como habilidades de impressão que superam até mesmo as oferecidas pelo Safari – navegador da Apple.

Entre os novos recursos, o modo full-screen no iPhone não é necessariamente algo revolucionário. Continue descendo a barra de scroll em uma página e a barra delocalização vai subir e sair da tela – o Safari tem um comportamento parecido no iOS há algum tempo. Mas como no Chrome, ao contrário do Safari, todos os controles ficam localizados nessa barra superior, você realmente tem uma experiência “tela cheia” nos modos retrato ou paisagem (horizontal). Você pode trazer a barra de ferramentas de volta ao fazer scroll para cima ou, como em muitos apps iOS, tocando na barra de status no topo da tela.

chromeios201302.jpg

Em comparação, o modo full-screen do iOS para o Safari só funciona no modo paisagem, e mesmo assim você verá botões sobrepostos que escurecer parte da tela.

No entanto, as novas habilidades de impressão são o que há de mais interessante nessa atualização do Chrome para iOS. O navegador móvel do Google agora suporta suporta o serviço embutido AirPrint (da Apple), te permitindo imprimir em qualquer impressora compatível ou usá-lo com um software de terceiros como o Printopia.

Como não poderia deixar de ser, o Google também incluiu para o seu próprio serviço do tipo, chamado Cloud Print. Assim como AirPrint, você pode usar o Cloud Print para enviar de modo wireless (sem cabo) uma página para uma impressora compatível, mas o serviço também permite que você se conecte a sua impressora existente por meio de uma conta Chrome ou aproveite uma variedade de serviços disponíveis.

Outro ponto alto do update do Chrome é o recurso para salvar em PDF, não disponível atualmente no Safari.

chromeios201301.jpg

Em especial, o Chrome para iOS agora te permite salvar qualquer página que estiver vendo como um PDF, e armazenar o arquivo no seu Google Drive. Você pode então acessar o PDF salvo por meio do seu computador na web, ou pelo aplicativo iOS do Google Drive. O OS X, sistema dos Macs, já oferece o serviço “print-to-PDF” há algum tempo, mas o recurso de está ausente do iOS (em parte porque não há um lugar lógico para um PDF ser salvo no iOS). Apesar de ser possível conseguir algo parecido no iOS, é preciso usar aplicativos de terceiros para isso.

O Google claramente não está pronto para abandonar o iOS como uma plataforma para o seu navegador. A companhia de Mountain View continua adicionando recursos em um ritmo rápido. E com outras ofertas como o Google Maps e o Google Search, o ecossistema da gigante de buscas no iOS está mais interessante do que nunca para muitos usuários.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail