Home > Notícias

Cibercrime: só metade dos países na Europa já adequaram suas leis

Por enquanto, 24 dos 47 países da UE já adequaram leis locais para que elas sejam mais eficientes contra o crime digital.

IDG News Service / Reino Unido

11/03/2009 às 13h13

Foto:

Um tratado europeu contra o cibercrime está sendo ratificado em um ritmo menor do que o esperado, informou um executivo sênior do Conselho da Europa, nesta quarta-feira (11/02). O tratado, chamado de Convenção sobre o Cibercrime, foi adotado em 2001 por 47 membros da União Européia e define as linhas gerais das leis contra crimes por computador. Mas até agora, apenas 24 países ratificaram o acordo.

A Alemanha se juntou a essa lista apenas nesta semana. Os outros 23 países assinaram a Convenção, mas ainda não a implementaram. A expectativa do Conselho da Europa era de que 40 países teriam ratificado a Convenção no começo de 2009, mas o ritmo de adoção foi mais lento que o esperado, reconheceu Alexander Seger, chefe da divisão de crimes econômicos do Conselho.

Uma das razões, disse Seger, durante uma conferência internacional sobre crimes cibernéticos, é que os países precisam primeiro revisar suas leis para, de fato, ratificarem o acordo. Essa prática é diferente de outros tratados internacionais, onde é permitido a uma nação assinar um acordo antes de se adequar à nova legislação. "Os países poderiam ter se esforçado mais", disse Seger.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail