Home > Notícias

Cibercriminosos apostam em redes sociais e roubo de senhas, diz Cisco

Pragas que usam redes sociais como o Koobface, e roubam senhas, como o Zeus, estão em alta em 2009, alerta relatório da Cisco.

IDG News Service

08/12/2009 às 12h15

Foto:

Pragas enviadas via redes sociais e comunicadores instantâneos, ataques de distribuição de serviço (DDos) e 419 golpes diferentes estão entre as principais armas dos cibercriminosos em 2009, aponta o estudo anual de segurança da norte-americana Cisco Systems, divulgado nesta terça-feira (8/12).

"Redes sociais e roubo de dados por meio de cavalos-de-troia estão em ascensão", afirma o pesquisador da Cisco, Patrick Peterson. "Eles têm substituído uma série de ameaças mais antigas."

Peterson destaca ataques como a praga Koobface, que se espalha via Facebook e Twitter, enviando um link para um vídeo no YouTube, que leva ao download de um software malicioso. A Cisco estima que o Koobface tenha infectado mais de 3 milhões de máquinas.

Outro exemplo citado na pesquisa é o cavalo-de-troia Zeus, que rouba senhas na internet. De acordo com a Cisco, as variantes do Zeus infectaram quase 4 milhões de computadores em 2009.

A disseminação do Zeus está ligada a gangues do Leste Europeu, que usam a ferramenta para invadir contas bancárias que servem como meios de transporte de contas maiores nos Estados Unidos. Os golpistas são suspeitos do roubo de mais de 100 milhões de dólares usando o Zeus, informa o FBI (Federal Bureau of Investigation).

Com estes tipos de ameaças, mais 'lucrativas' para os invasores, ataques que usam comunicadores instantâneos ou e-mails falsos tornam-se menos frequentes, afirma Peterson.

Brasil lidera envio de spam
Outra ameaça que também perde força é o spam, embora o volume de e-mails indesejados deva aumentar entre 30% e 40% em 2010, segundo a Cisco.

O relatório mostra que os Estados Unidos conseguiram reduzir o volume de spams em 20% em 2009 e perderam a primeira posição entre os países que mais enviam spams para o Brasil, que passou a ser responsável por 7,7% do spam enviando mundialmente., Em 2008, o País estava em segundo lugar com uma participação de 2,7% no envio de mensagens indesejadas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail