Cientistas podem ter descoberto como as memórias se formam durante o sono

O núcleo reuniens conecta duas partes muito conhecidas, o córtex-frontal e o hipocampo

Foto: Shutterstock
https://pcworld.com.br/cientistas-podem-ter-descoberto-como-as-memorias-se-formam-durante-o-sono/
Clique para copiar

Em um novo estudo publicado no periódico científico eNeuro, um grupo de neurocientistas da Universidade de Alberta, no Canadá, descobriu um mecanismo que pode ajudar na construção de memórias durante a fase de sono profundo.

“As ondas lentas durante o sono beneficiam nossas memórias de experiências pessoais, provavelmente devido à atividade coordenada no córtex pré-frontal e no hipocampo”, explicou Brandon Hauer, candidato a PhD na Faculdade de Ciências e principal autor do estudo.

A pesquisa foi centrada no papel que o núcleo reuniens, a área que conecta outras duas estruturas cerebrais envolvidas na criação de memórias – o córtex pré-frontal e o hipocampo – e que pode, também, coordenar sua atividade durante o sono de ondas lentas (ou sono profundo), período em que o cérebro oscila em um ritmo muito lento, crucial para a recuperação muscular e cerebral.

“Descobrimos que o núcleo reuniens é responsável pela coordenação de ondas síncronas e lentas entre essas duas estruturas. Isso significa que os reuniens podem desempenhar um papel essencial na consolidação de eventos dependentes de sono”, afirmou Hauer. “Essa área cerebral pouco estudada e relativamente desconhecida tem um papel substancial nas memórias de longo prazo enquanto você dorme. Portanto, se você leu bastante para um teste e depois dormiu nele, pode ser necessário agradecer ao seu núcleo reuniens por transformar esse conhecimento em uma memória mais permanente”, completou.

Fonte: ScienceDaily

tags

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site