Home > Dicas

Cinco acessórios para levar junto com a câmera nas férias

Sozinha, sua câmera não irá muito longe. Coloque baterias, cartões, filtros e um tripé na mala para garantir suas fotos!

Dave Johnson, PCWorld EUA

18/07/2011 às 16h39

Foto:

Não importa o destino: se você vai viajar com certeza pensa em levar sua câmera digital junto, seja para capturar os sorrisos da família, paisagens idílicas ou panoramas noturnos de uma grande cidade. O fato é que as férias são o momento ideal para experimentar várias técnicas e estilos de fotografia. E tanto faz se você está levando uma câmera de bolso ou uma sofisticada DSLR, há cinco itens importantes que você não pode deixar em casa.

1. Baterias extras e carregador

Este é um fato inevitável no mundo da fotografia digital: as baterias de sua câmera sempre irão se esgotar no pior momento possível. E isso acontece tanto com câmeras compactas que tiram 100 fotos com um par de pilhas AA quanto com uma DSLR que tira 800 fotos com uma bateria dupla.

Se sua câmera usa pilhas AA comuns, você conseguirá encontrar substitutas em quase qualquer lugar. Só tenha cuidado de comprar pilhas alcalinas. Mas hoje em dia a maioria das câmeras usa baterias recarregáveis de Lítion-Ion, então você deve colocar uma bateria de backup na mala. E não se esqueça do carregador! Se estiver indo para outro país, pesquise antes qual a voltagem da rede elétrica (alguns usam 220v) e o tipo de tomada utilizado, e coloque também na mala um adaptador.

2. Cartões de memória extras

Há quem recomende usar vários cartões de memória pequenos em uma câmera digital em vez de um único cartão grande. O motivo é minimizar as perdas caso um cartão seja extraviado ou apresente defeito.

Entendo o conceito, mas pense bem: quantas vezes na vida você viu um cartão de memória dar defeito? E considerando que a maioria das pessoas guarda câmeras e acessórios (incluindo os cartões) na mesma bolsa, se um deles for perdido todos irão junto. Então pra quê complicar?

Eu levo, sim, vários cartões de memória, mas todos na maior capacidade possível. O motivo é simples: quanto mais espaço, mais fotos. Em minha câmera DSLR, cada cartão de 8 GB armazena cerca de 200 fotos em RAW ou 800 fotos em JPEG. E com muitas câmeras capazes de gravar vídeo em alta-definição, você irá precisar de cada megabyte disponível para não perder nenhum momento. Vai que Elvis ou o Pé-Grande aparecem na sua frente?

3. Uma forma de backup

Não me preocupo em perder ou danificar meus cartões de memória porque também tenho uma forma de fazer backup de todas as fotos que tirei. Pra começo de conversa, toda noite copio as imagens feitas ao longo do dia para o meu notebook. Mas isso não é suficiente: e se eu deixar o laptop cair da varanda do meu quarto de hotel? Todas as fotos desapareceriam num instante. É por isso que eu também mando cópias delas para um serviço online. O Windows Live SkyDrive é minha escolha, já que oferece 25 GB de espaço disponível para armazenamento.

Infelizmente a única forma de enviar arquivos para o SkyDrive é através de uma interface web, o que torna quase impossível mandar centenas de fotos de uma só vez de forma prática. É por isso que eu uso o Gladinet Cloud Desktop, que mostra meu espaço no SkyDrive como um HD compartilhado via rede no Windows.

Com isso posso simplesmente arrastar e soltar uma pasta cheia de imagens, com a mesma facilidade que teria para copiá-las para um HD externo. E embora a versão “Pro” custe US$ 50, a versão “Starter” (gratuita) faz tudo o que você precisa para manter suas fotos em segurança longe de casa. 

4. Filtro de Densidade Neutra (ND)

Se você é como eu, vai querer tirar fotos de paisagens e da vida selvagem durante a viagem. Fotos de cachoeiras, em particular, são desafiadoras porque você quer uma exposição longa (para dar o efeito de “névoa” na água) em plena luz do dia. Para situações como essa, coloque um filtro de densidade neutra (ND) em frente à lente.

Este filtro reduz a quantidade de luz que chega ao sensor da câmera sem afetar o equilíbrio das cores, permitindo que você tire fotos com baixa velocidade do obturador, mesmo durante o dia. É uma ótima ferramenta, e pode ser encontrado em qualquer loja de fotografia. O preço varia de acordo com o diâmetro da lente.

5. Um tripé ou monopé

Por fim, recomendo levar um tripé para qualquer local onde você queira fotografar muito - especialmente no caso de fotos noturnas ou que exijam longa exposição. Em lugar onde tripés não são bem-vindos, como museus e catedrais, você pode usar um monopé. Alguns deles até funcionam como bengala, o que pode ser útil durante longas caminhadas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail