Home > Dicas

Cinco dicas para melhorar a impressão de fotos

Saiba calcular o tamanho e a qualidade final da impressão, para não gerar imagens sem cores ou desperdiçar tinta e papel

Dave Johnson, PC World/EUA

18/11/2009 às 16h04

dicas-foto-150.jpg
Foto:

dicas-foto-150.jpgAntigamente a impressão de fotos era feita somente em laboratórios e por profissionais. Porém, hoje em dia, esse processo pode ser feito em casa, usando seu próprio equipamento.

Mas todo esse trabalho pode ir por água abaixo se não tomarmos alguns cuidados com o processo de impressão.

Leia também:
> Digitalize seus arquivos antigos para não perder a memória multimídia
> Crie fotos com ótimo contraste com a técnica HDR em sua câmera digital
> Guia para não errar na escolha de sua próxima câmera digital
> Doze downloads para você lidar melhor com suas fotos digitais
> Dicas essenciais para editar fotos
> Edite suas fotos de graça na web


Escolha a tamanho correto da impressão
Para obter um melhor resultado na impressão, você precisará ter pixels suficientes no arquivo de sua imagem, para que a nitidez seja mantida em um tamanho satisfatório.

Existem diversos fatores que dizem respeito à qualidade da impressão, mas para garantir você precisará ter ao menos 200 pontos por polegada (dpi) para uma boa qualidade de imagem, e pelo menos 300 dpi para uma impressão excelente.

Mas o que esses números significam? E como você pode saber qual o tamanho ideal de impressão para determinada foto?

Você pode começar ignorando as propriedades da sua foto exibidas em seu programa de edição, no que diz respeito aos valores de dpi ou recomendações do tamanho da impressão. Em vez disso, divida a quantidade de pixels da foto por 200 (ou 300 para impressões de alta qualidade) para determinar o tamanho máximo da impressão.

Não tem certeza de quantos pixels sua foto possui? Basta clicar com o botão direito do mouse sobre o ícone do arquivo, selecione Propriedades e clique na aba Detalhes. Você verá a largura e altura da imagem exibida em pixels. Vamos supor que sua foto meça 2000 por 3400 pixels.

Divida cada dimensão por 200. O resultado apontará que você pode imprimir a foto no tamanho máximo de 10 por 17 polegadas para ter uma imagem satisfatória. Se quiser uma impressão com mais qualidade, basta dividir as dimensões por 300.

Mas claro que esses valores são aproximados e outros fatores também interferem na qualidade final da impressão. Mas este técnica dá uma boa margem para calcular se determinada foto ficará boa impressa.

Escolha o papel correto

A escolha do papel de impressão é outro fator importante para obter uma boa imagem. Papel comum, por exemplo, absorve a tinta, o que acaba deixando as cores lavadas e elimina detalhes mais precisos, reduzindo assim a nitidez da foto. Portanto, a melhor opção para fotos é utilizar papel fotográfico recomendado para cada impressora.

Os papéis fotográficos possuem uma variedade de formatos. Os mais comuns são os foscos com e sem brilho. As diferenças estão no próprio nome do papel: o com brilho dá um visual mais vivo às fotos.

Porém, os papéis foscos com brilho costumam dar muito reflexo e sujam facilmente. Se esses detalhes podem atrapalhar sua impressão, então opte pelo papel fosco, que apesar de não ser tão brilhante e detalhista, não fica com marcas de sujeira.

Utilize cartuchos originais

Parece óbvio, mas é altamente recomendável que se utilize os cartuchos de tinta originais. Como as impressões dependem da tinta, não é ideal usar os remanufaturados para esse tipo de impressão.

Verifique as configurações da impressora

Antes de mandar imprimir é importante analisar as configurações da impressora. Parece mais um passo óbvio, mas muito se esquecem de checar detalhes e acabam com impressões ruins. Observe a posição do papel, pois papéis fotográficos são desenvolvidos para imprimir em apenas um dos lados.

Confira também os dados relacionados ao tipo de papel e o tipo de tinta relacionada. É recomendável que a impressora seja configurada como papel para foto e tinta em alta qualidade.

Faça manutenção em sua impressora

Impressoras a jato de tinta costumam juntar resquícios de tinta nos bocais, que ocasionalmente obstruem as impressões e precisa ser feita uma limpeza. A cada um mês ou dois é recomendável executar o cabeçote de limpeza da sua impressora e realizar impressões com testes de cores e alinhamento.

Também é importante não deixar sua impressora sem uso. Mesmo que possua apenas uma impressora dedicada a fotos, o ideal é usá-la pelo menos uma vez por semana, precisando ou não, evitando que os bocais fiquem sujos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail