Home > Dicas

5 dicas para não cair em ciladas em compras de software online

Sugestões são lançadas no Dia Mundial do Consumidor, criado para proteger os direitos e leis aos usuários de internet

Da Redação

15/03/2019 às 11h31

Foto: Shutterstock

Nesta sexta-feira (15) é comemorado o Dia Mundial do Consumidor, criado para proteger os direitos e as leis que garantem um ambiente justo aos usuários. A data também serve de alerta para quem adquire softwares online, já que a oferta de unidades irregulares ainda é muito grande no país.

Segundo dados da BSA|The Software Alliance, de 2018, 46% dos sistemas usados no Brasil não são licenciados, o que representa um prejuízo de US$ 1.7 bilhões. Informações da Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) indicam que, apenas no ano passado, mais de 86 mil links foram retirados do ar por oferecer softwares irregulares. Um dos principais riscos ligados ao uso de softwares não licenciados são os ataques cibernéticos, que podem vir acompanhados do vazamento de dados pessoais, inclusive informações bancárias.

Por isso, veja abaixo algumas dicas simples, porém valiosas na hora de adquirir softwares online, sem colocar em risco sua segurança.

1. Fique atento ao site que oferece o software

Palavras e expressões como "destravado" e "não expira" normalmente acompanham links suspeitos e indicam que o software que você pretende baixar não é regularizado.

2. Busque lojas oficiais

A maioria das empresas que produzem e comercializam softwares conta com lojas online que garantem a procedência da ferramenta que você está adquirindo. Boa parte dos links irregulares para download de softwares não licenciados estão em sites de leilão.

3. Desconfiar de preços muito baixos

Antes da compra, faça uma pesquisa para ter uma ideia da média de preços praticada pelo mercado. Se alguém está oferecendo a mesma ferramenta de graça ou por um preço muito baixo, é possível que ela seja irregular.

4. Preste atenção no meio de comercialização

Atualmente, a maioria dos softwares é comercializado por meio de assinatura mensal. Ligue o alerta caso alguém tente vender uma ferramenta por outro meio como, por exemplo, a compra única.

5. Instale um antivírus que monitore sua navegação na internet

O antivírus tradicional, que só vasculha documentos, não é suficiente nesse caso. É necessária uma versão que barre ameaças provenientes da internet para garantir a sua segurança em qualquer transação online.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail