Home > Notícias

Cinco são presos em caso de garoto que vendeu rim para comprar iPad

Atualmente com insuficiência renal, rapaz teria recebido cerca de US$3.500 para doar o órgão; dinheiro seria utilizado para comprar produtos da Apple

Da Redação

09/04/2012 às 17h18

Foto:

Cinco pessoas foram acusadas de lesão intencional por estarem envolvidas no caso em que um adolescente chinês vendeu um rim em troca de dinheiro para comprar um iPad e um iPhone. As informações são da agência Reuters

Entre os suspeitos está um cirurgião, que teria removido o órgão do rapaz de 17 anos em abril do ano passado. De acordo com os advogados do garoto, o jovem estaria com insuficiência renal, causada pelo transplante ilegal. Identificado apenas como Wang, o adolescente teria recebido cerca de 3,5 mil dólares para ter seu rim removido. 

Esse dinheiro faria parte de um montante de 35 mil dólares, que teria sido dividido entre o responsável por organizar a transação, outros três suspeitos e um auxiliar médico. Desde então, a saúde do adolescente estaria se deteriorando cada vez mais por causa do procedimento. Não há informações a respeito de quem teria recebido o órgão, de acordo com a agência.

O garoto, morador da província de Anhui, uma das mais pobres da China, utilizou o dinheiro para comprar o tablet e smartphone da Apple, que custam no país a partir de 474 e 633 dólares, respectivamente. Por causa da fração pequena de pessoas que conseguem transplantes no país, existe um grande mercado-negro de órgãos humanos na China. 

iPhone4s300

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail