Home > Notícias

Clones de Mac podem ser comprados por US$ 399 em Miami

PsyStar pretendia vender sistema da Intel capaz de rodar Mac OS X 10.5 Leopard, mas seu site fica fora do ar.

Computerworld/EUA

14/04/2008 às 18h50

Foto:

A empresa norte-americana PsyStar, que começou a anunciar um clone da plataforma Macintosh chamado "OpenMac" por 399 dólares, afirmou nesta segunda-feira (14/04) que estava impressionada pela resposta e não poderia aceitar pedidos online por seu site ter saído do ar.

Antes do site ficar fora do ar, a PsyStar pretendia vender um sistema da Intel que era capaz de rodar o Mac OS X 10.5 Leopard. A máquina – que custava 554 dólares com o sistema operacional instalado – possui processador Intel Core 2 Duo de 2.2 GHz, 2GB de memória, unidade de disco rígido de 250GB, unidade de disco óptico e processadores gráficos baseados no Graphics Media Accelerator (GMA) 950 da Intel. O GMA 950 é parte de vários chipsets da Intel – especialmente os da série 945 – bastante utilizados em PCs que rodam o sistema operacional Windows, da Microsoft.

“A resposta ao OpenMac pegou a PsyStar desprevenida”, disse um funcionário da empresa que se identificou como Mark.

No seu site, que continua offline, a empresa se gabava de ter “reinventado a roda”, ao montar uma máquina “que é completamente operacional com o Leopard”. Ela também afirmava que “com algumas pequenas correções, os usuários poderiam instalar o Mac OS X 10.5. “Com o emulador EFI V8 é possível instalar o kernel do Leopard com o DVD que você compra na loja da Apple, impedindo a instalação de poucos drivers, para garantir que o boot funcione e o sistema rode sem prolemas”, diz a PsyStar no site.

O EFI, sigla para Extensible Firmware Interface, é uma especificação desenvolvida para substituir a interface de firmware da BIOS que tem sido usada em PCs há décadas. A Apple começou a suportar o EFI ao introduzir a linha Mac baseada em processadores Intel, em janeiro de 2006.

A PsyStar também comparou seu sistema anterior ao OpenMac – usando apenas internamente e chamado "PsyStar Alternative" – com o Mac mini de menor valor da Apple, vendido a 599 dólares.
++++
"O OpenMac básico é melhor do que o mais acessível computador da Apple vendido agora, não somente em preço, mas em possibilidades" prega o site da PsyStare. "O OpenMac oferece um processador mais rápido (2.2GHz versus. 1.83GHz), o dobro de memória (2GB versus 1GB), três vezes mais espaço em disco (250GB versus 80GB) e quase metade do preço!", diz o anúncio.

Embora a Apple já tenha liberado, uma única vez, a oferta limitada de máquinas de outros fabricantes com seu sistema operacional, a prática foi banida em 1997 pelo atual CEO, Steve Jobs. Em setembro de 1997, a Apple comprou os principais ativos da Power Computing Corp., o principal fornecedor de clones. Como parte da negociação, após a compra Jobs impediu que empresa fabricasse e vendesse micros com Mac OS.

Nesta segunda-feira (14/04), a Apple não respondeu a pedidos para comentar se planeja entrar em contato com a PsyStar para reforçar sua política de licenciamento.

Embora a PsyStar ofereça uma opção “Vendas” em seu atendimento telefônico, o funcionário que respondeu as perguntas por  telefone disse que a empresa somente aceitaria pedidos feitos pessoalmente e que os clientes deveriam esperar até que o site volte ao ar.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail