Home > Notícias

Com crise, norte-americanos compraram 8% menos eletrônicos em 2009

Expectativas para 2010 são de pequeno crescimento na receita, que foi de US$ 165 bilhões no ano passado.

IDG News Service

08/01/2010 às 11h44

Foto:

A indústria de consumo de eletrônicos viu uma queda de 8% nas vendas em 2009, com consumidores procurando produtos mais baratos como resultado da recessão econômica.

O faturamento total da indústria foi de 164,9 bilhões de dólares, de acordo com a Consumer Eletronics Association (CEA). Apesar dos gastos terem sido menores, a distribuição de unidades cresceu 10% em 2008.

“Há uma luz no fim do túnel e ela está brilhando com luzes de inovação”, disse o presidente da CEA, Gary Shapiro, durante a Consumer Eletronics Show, em Las Vegas (EUA). “Estamos vendo mais inovação nesse evento do que em qualquer outro da história”.

A CES é o início anual para a indústria mundial do consumo de eletrônicos. Este ano o evento atraiu 2,5 mil empresas e espera levar 110 mil pessoas para Las Vegas, mesmo sendo afetada pelo momento ruim da economia.

Para 2010 a CEA espera que a indústria veja as vendas crescerem, mesmo que consumidores estejam receosos em voltar a gastar. A previsão é que as vendas subam 0,2% e cheguem a 165,3 bilhões de dólares.

A queda de preço e a preferência por produtos mais baratos vão atingir a indústria de TVs, na qual a distribuição deve aumentar para 37 milhões enquanto a receita deve cair para 22 bilhões de dólares. Fabricantes de TV esperam que a tecnologia 3D e a conectividade de redes incentivem os consumidores a comprar novos aparelhos.

Os telefones celulares devem se tornar a principal fonte de receita para a indústria, com a venda de smartphones gerando cerca de 17 nilhões de dólares, e a distribuição atingindo 52 milhões de unidades durante 2010, disse a CEA.

A venda de PCs vai crescer com a popularidade dos netbooks, que devem passar das 30 milhões de unidades vendidas, gerando 14 bilhões de dólares de receita.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail