Home > Notícias

Com fiasco do Note 7, Apple supera Samsung em vendas de smartphones

Apple comercializou um total de 78,3 milhões de iPhones no último trimestre de 2016 contra 77,5 milhões de smartphones comercializados pela rival sul-coreana.

Da Redação

01/02/2017 às 10h33

iphone7 Plus 625x469.jpg
Foto:

As vendas do iPhone 7 ajudaram a Apple a registrar uma receita recorde no primeiro trimestre do ano fiscal de 2017, finalizado em 31 de dezembro do ano passado, encerrando a série de três trimestres consecutivos de queda na receita. 

Além disso, os 78,3 milhões de iPhones comercializados no período, totalizando 54,4 bilhões de dólares, permitiram que a Apple superasse a rival Samsung, que registrou 77,5 milhões de smartphones vendidos no trimestre. Com isso, a Apple ficou 17,8% do mercado de smartphones, um pouco à frente da concorrente sul-coreana, que fechou o ano com 17,7%.

Apesar do desempenho acima das expectativas do mercado, o iPhone 7 não conseguiu garantir rentabilidade para a empresa, já que as margens foram muito pressionadas no período.

O resultado foi que o lucro da fabricante registrou queda de 2,5%, de US$ 18,3 bilhões um ano antes para US$ 17,8 bilhões no trimestre. Em contrapartida, a receita aumentou 3,3%, para US$ 78,3 bilhões contra US$ 75,8 bilhões nos três primeiros meses do exercício fiscal de 2016.

Lançado em setembro do ano passado, o iPhone 7 representou uma atualização modesta de seu antecessor, o iPhone 6S, por isso a evolução para uma nova versão no curto prazo foi vista como improvável — o smartphone incorporou alguns poucos recursos, tais como resistência à água, uma câmera digital melhorada, maior vida útil da bateria e processador de maior capacidade. Mas, agora, com o novo “surto” de demanda, sugere que os consumidores ainda têm interesse nos mais recentes modelos da Apple, o que aumenta a possibilidade de um upgrade mais significativo do produto ainda neste ano, em que o iPhone completa dez anos.

"O iPhone 7 é nosso modelo mais popular", disse o CEO, Tim Cook, em conferência com analistas. "Nós verificamos uma forte demanda pelo aparelho, especialmente para iPhone 7 Plus." O iPhone 7 Plus foi lançado com preço base de US$ 20 a mais que seu antecessor (o iPhone 6S Plus), o que impulsionou o preço médio de venda e compensou o impacto causado pelo grande número de consumidores que ainda adquiriram o 6S Plus e o iPhone SE, mais barato, no trimestre.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail