Home > Notícias

Com mais de 160 milhões em vendas, iPod chega aos 7 anos

Primeira versão do MP3 da Apple que revolucionou mercado de música foi recebido de forma apática. Conheça a história.

Redação do IDG Now!*

24/10/2008 às 9h17

Foto:

O iPod, MP3 player que não foi o primeiro em sua categoria, mas revolucionou a forma como as pessoas ouvem e compartilham música, completou sete anos do dia 23 de outubro com mais de 160 milhões de aparelhos vendidos em todo o mundo.

Neste dia, sem muito alvoroço – e sem o entusiasmo que os anúncios da Apple têm atualmente – ele foi apresentado por Steve Jobs, diretamente de Cupertino, a sede da Apple nos Estados Unidos.

Uma pequena história do lançamento do iPod

Em 23 de outubro de 2001, a Apple fez uma coletiva de imprensa em Cupertino, para anunciar um novo produto: seria seu primeiro aparelho que não era um computador desde o console Pippin (que não deu certo). Era também o primeiro lançamento de algo que não era computador desde a volta de Steve Jobs à companhia. Os sites de rumores estavam em polvorosa com o novo dispositivo. Seria um gerenciador de informações revolucionário? Um novo console avançado? Um pote de biscoitos tecnológico?

Quando Jobs mostrou o iPod, alguns jornalistas na platéia ficaram desapontados. "Claro, ele armazena um monte de músicas, tem ótima duração de bateria, transfere arquivos num instante e é fácil de usar. Mas, depois de tanto barulho, você chama a gente aqui para mostrar um MP3 player? E quanto quer por isso? É uma piada, não?" eram alguns dos comentários.

E então a Apple fez algo esperto (mas questionável): deu um iPod para cada pessoa que participou do evento. Alguns jornalistas sugeriram que a Apple queria dar um presente para aliviar a carga de lançar um iPod por 399 dólares. Mas não era essa a idéia:  A Apple queria passar o conceito de que, para "entender o iPod", você precisava segurá-lo, admirar seu design, navegar entre os menus e ouvir música nele.

A estratégia funcionou. Quase todo mundo que escreveu reviews do produto mencionou que o preço de 399 dólares era caro demais para um tocador de música, mas poucos compararam com aparelhos similares que eram bem mais simples e feios. Apesar do preço e do fato de funcionar melhor com um Mac, o iPod se tornou objeto de desejo. Nos primeiros 60 dias, a Apple vendeu 125 mil iPods - e muita gente que nem pensava em comprar um Mac mudou de plataforma simplesmente por causa do iPod.

Histórico

O primeiro iPod tinha 5 GB e mantinha diversas características descartadas nos últimos cinco anos, como o uso da interface FireWire e os quatro botões que circundavam seu "scrolling wheel". Só em agosto de 2002 o iPod se tornaria compatível com a plataforma Windows.

Desde então, o iPod evoluiu, tanto em armazenamento quanto em recursos. Surgiu uma versão menor - iPod mini - e uma menor ainda, o shuffle (sem tela!). O mini foi substituído pelo nano, que já mudou de formato algumas vezes. O iPod original hoje se chama iPod classic - e a linha vai de modelos de 1 GB no shuffle, 8 e 16 GB no nano, 8 a 32 GB no touch e 120 GB no classic.

Em 2007, foi a vez de a Apple entrar no mercado de telefonia com o iPhone. Com isso, não só um novo mercado se abriu, como também a interface do celular da Apple inspirou a nova geração de iPods: o Touch.

Veja o vídeo de lançamento do iPod original, em 2001.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail