Home > Notícias

Com Opteron quad-core Shangai, AMD quer reconquistar clientes

Com novo chip, empresa procura reverter imagem que foi prejudicada pelos problemas que o Barcelona, lançado em abril, teve.

IDG News Service/EUA

13/11/2008 às 9h35

Foto:

A AMD lançou, nesta quinta-feira (12/11), um novo processador quad-core da linha Opteron, apelidado de Shangai. O objetivo é reconquistar a confiança de seus clientes após problemas com o chip Barcelona este ano.

O processador Barcelona, de quatro núcleos, que começou a ser vendido em abril, encontrou problemas na memória de cache e as vendas foram interrompidas.

A AMD ainda precisa levantar novamente sua reputação como fornecedora de chips confiável, já que alguns clientes ainda podem estar desconfiados, segundo o analista sênior de mercado da IC Insights, Rob Lineback. “As pessoas ficarão com um pé atrás, querendo ter a certeza de que o Shangai faz tudo que prometeu”, diz Lineback. Segundo ele, os consumidores podem demorar alguns meses para adotar o novo processador.

De acordo com o analista da J. Gold Associates, Jack Gold, a crise econômica global e desaceleração nas vendas de chips pode prejudicar a AMD. “Este não é o momento mais oportuno para um lançamento”, afirma. A AMD acaba de anunciar a demissão de 500 funcionários, após prejuízo de 67 milhões de dólares no terceiro trimestre.

A AMD, por sua vez, não vê problemas. A fabricante tornou os testes para o Shangai mais rigorosos para evitar os problemas enfrentados com o Barcelona, segundo o diretor da divisão de servidores da AMD, Pat Patla. Os vendedores de servidores testaram os chips antes e a validação dos mesmos foi tranquila, diz.

Os processadores Shangai rodam em 75 watts e têm velocidade entre 2,3 GHz e 2,7 Ghz. A fabricação usa o processo de 45 nanômetros, tornando os chips mais potentes que o Barcelona, que foi fabricado em 65 nanômetros.

O novo design de CPU (do inglês central processing unit) permite que o Shangai desative funções que não estão sendo utilizadas para economizar energia. A estratégia agressiva da AMD diminuiu em 20% o valor dos chips Shangai, em comparação com o Barcelona. Além disso, é possível usar o mesmo socket do Barcelona para conectar o novo processador.

Os chips começarão a ser vendidos imediatamente, e empresas como a Sun, HP, IBM e Dell devem lançar em breve servidores com o Shangai quad-core.

O lançamento vem alguns dias antes da Intel lançar o chip Nehalem, que também integra o controlador de memória na CPU. Mas não há competição, pois o alvo são sistemas diferentes – o Shangai é para servidores e o processador da Intel é para desktops de alta performance.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail