Com produções originais, Apple revela serviço de streaming Apple TV+

Plataforma não terá anúncios e será lançada em mais de 100 países até o final deste ano

Foto: Apple
https://pcworld.com.br/com-producoes-originais-apple-revela-servico-de-streaming-apple-tv/
Clique para copiar

O evento da Apple nesta segunda-feira (25) foi dominado pelo lançamento de serviços de assinaturas. E além de games e jornais e revistas, vídeos também farão parte do catálogo da empresa por meio de uma plataforma chamada Apple TV Plus, que reunirá canais de outras emissoras e também produções originais e exclusivas.

Descrito como "a nova casa dos grandes nomes da TV e do cinema mundial", o Apple TV+ trará filmes, séries e documentários produzidos por alguns dos artistas mais aclamados, como Oprah Winfrey, Steven Spielberg, Jennifer Aniston, Reese Witherspoon, Octavia Spencer, J.J. Abrams, Jason Momoa, M. Night Shyamalan, Jon M. Chu e vários outros. Serão investidos cerca de US$ 2 bilhões apenas neste ano em conteúdo original, que competirá diretamente com Netflix, Hulu e Amazon.

O serviço também tem como destaque o fato de não exibir anúncios e funcionar tanto online quanto offline (download dos conteúdos). A previsão é que o Apple TV+ chegue em mais de 100 países até o final deste ano. Preços não foram divulgados.

Apple TV de cara nova

Além do serviço de streaming, a gigante de Cupertino anunciou uma repaginada no visual da Apple TV, com foco principalmente em uma nova interface chamada Apple TV Channels. Por meio do novo design, os usuários poderão pagar pela assinatura de canais de terceiros (HBO, Showtime, Starz, CBS All Access, entre outros) direto pelo app de TV da Apple, sem precisar de contas ou senhas adicionais em cada aplicativo. A nova central entrará em ação a partir de maio deste ano.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site