Home > Notícias

Com SMS mais caro da América Latina, brasileiros economizam em pacotes

São Paulo - Operadoras apostam em pacotes ou torpedos inclusos em franquia de planos para estimular o envio de mensagens pelo celular.

Lygia de Luca, repórter do IDG Now!

30/04/2009 às 17h26

Foto:

SMS-economizar-88.jpgEm 1992, a Airwide foi a responsável pelo envio da primeira mensagem de texto pelo celular (SMS, do inglês Short Message Service). Com quase 19 anos de idade, depois de voz, o serviço é o mais usado pelos brasileiros, segundo a Nielsen Online.

Mesmo assim, o total de torpedos enviados por mês no Brasil ainda fica muito aquém em comparação com o resto do mundo. Segundo o mais recente estudo público da International Telecommunication Union (ITU), o SMS no Brasil, em 2006, era o mais caro da América Latina.

>> Torpedo: veja como economizar com o envio de SMS 

Enquanto a média de preço no Brasil ficava em 15 centavos de dólar, na Venezuela era de 3 centavos de dólar, aponta a ITU. Mensalmente, eram enviados 500 milhões de SMSs no Brasil, menos de 50% do total registrado em Portugal - que teria apenas 12% da base de celulares daqui.

“Atualmente, não há número certo em relação ao envio de mensagens, pois as operadoras não publicam. Mas creio que fique em torno de 10 torpedos mensais por celular”, aponta o presidente do Teleco, Eduardo Tude.

A recomendação de Tude para os brasileiros é “comprar um pacote para o preço cair e realmente compensar o uso”. Ofertas atraentes, como o envio ilimitado de mensagens de texto por 9,99 para clientes da T-Mobile, nos Estados Unidos, ainda não existem no Brasil.

As operadoras locais investem em estratégias de proporções menores. A Claro, por exemplo, possui pacotes de 2000 torpedos, que geram economia de 82% em relação ao valor avulso.

Segundo a Claro, a aposta no SMS deve-se ao fato de se tratar da principal fonte de receita da área de Serviços de Valor Agregado. Clientes da Claro podem também enviar mensagens gratuitamente pela web.

“Queremos criar serviços ainda mais acessíveis e com preços que
cabem no bolso de cada consumidor”, afirma a diretora de serviços de
valor agregado e roaming da Claro, Fiamma Zarife.

A Vivo também investe com força no serviço, proporcionando economia de até 58% para quem usa os pacotes de torpedos, lançados há quatro anos para “atender a demanda do público heavy user de SMS”, explica o gerente de marketing para Serviços de Valor Agregado da Vivo, André Andrade.

A estratégia gerou os resultados esperados. Sem revelar números, Andrade aponta que os usuários de pacotes enviam mais mensagens. “Nossa iniciativa teve a ver com a opinião de clientes e análises de comportamento”, diz.

Este tipo de economia já é comum no exterior, segundo Tude. O presidente do Teleco diz é preciso mais estímulo para alavancar o envio de SMSs no País. Nos Estados Unidos, o incentivo é simples: alto custo nas mensagens avulsas para levar à  compra de pacotes mais baratos. "Depende das operadoras, não há impedimento para baixar o custo", opina.

pcw_logo_twitter_73.jpg
> Siga PC WORLD no Twitter em http://twitter.com/pcworldbrasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail