Home > Notícias

Como armazenar vídeos 4K em smartphones Android e iOS?

Vídeos 4K saltam em qualidade de imagem, mas também exigem requisitos de memória; Unidades flash podem ser uma boa saída

Da Redação

29/08/2018 às 21h02

video-4k-tela.jpg
Foto:

Cada vez mais as câmeras dos nossos smartphones evoluem para entregar melhor qualidade de imagem e vídeo. Os vídeos Full HD de 1080p, e aqueles com efeito slow motion ou ainda com filtros divertidos vieram para transformar a filmagem feita pelos telefones. Mas nada ainda se compara a filmar em 4K e, bem, a armazenar em 4K.

Mas antes de falar sobre a qualidade das filmagens, vale ressaltar que existem dois tipos de 4K: 4K UHD (o padrão para televisões e monitores) e 4K (o que você veria no cinema). Em nossa análise, "4K" se referirá especificamente ao primeiro, o formato usado pelos dispositivos móveis.

Uma imagem de 1080p renderiza com 1080 linhas e 1920 colunas. Uma imagem 4K praticamente duplica ambos os números para produzir uma resolução de 2160 x 2840p. Isso resulta em quatro vezes mais pixels totais. A imagem de 1080p que você tinha antes caberia em um quarto de uma tela 4K. Isso significa quatro vezes a nitidez da imagem ao fotografar em 4K, um salto significativo na clareza. Olhe para qualquer comparação entre as duas imagens e você verá que o 4K é muito mais profundo e detalhado - o motivo pelo qual tantos cinegrafistas estão satisfeitos em usar isto.

Naturalmente, isso também significa um salto significativo nos requisitos de memória. É difícil dizer exatamente o quanto isso depende das taxas de frame e da tecnologia de compactação do seu dispositivo, mas algumas estimativas:

26 minutos de 4K = ~8GB

53 minutos de 4K = ~16GB

107 minutos de 4K = ~32GB

215 minutos de 4K = ~64GB

432 minutos de 4K = ~128GB

Quem for avaliar as opções de memória dos celulares atuais, é importante saber que o 4K ocupa muito mais espaço no dispositivo móvel do que um vídeo comum. Quem tem um modelo de configuração inferior do telefone, poderá ficar sem memória rapidamente.  

A experiência de usar câmeras 4K

A melhora da qualidade de imagem entre os televisores que suportam 4K e aqueles que não suportam é nítida. Além disso, como a densidade de pixels é muito alta, é possível sentar mais próximo da TV e a imagem não ficará pixelada. Isso significa que não é preciso ter uma TV tão grande quanto antes. 

Edição em 4K

Usar um aplicativo útil como o iMovie para iOS da Apple torna a manipulação desse vídeo 4K intuitiva e fácil, permitindo adicionar rapidamente temas, títulos e transições. No entanto, os arquivos são grandes, por isso, se a edição foi feita em um tablet ou PC mais antigo e deseja fazer o salto 4K (por ser o padrão), talvez seja hora de fazer um upgrade de memória para caber tudo.

O desafio do armazenamento

É preciso um lugar para guardar todos estes vídeos grandes. Se for um telefone com baixa capacidade de memória, provavelmente não haverá espaço suficiente. Unidades flash exclusivas para celulares podem ajudar. 

Entre os exemplos disponíveis no mercado estão modelos da SanDisk como o iXpand Mini, indicado para telefones Apple ou os cartões de memória e pendrives Ultra Dual Drive ou Dual Drive Type C para modelos Android. 

Eles ajudam a gerir o conteúdo do telefone, assim como permitem gravar vídeos diretamente nestas unidades. 

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail